4 treinadores estrangeiros que podem substituir Renato Gaúcho no Flamengo

Após a derrota na final da Libertadores, o Flamengo anunciou que Renato Gaúcho não é mais o técnico da equipe. O clube carioca não consegue desempenhar um bom futebol há um bom tempo e a paciência com o comandante esgotou. Apesar de ter bons números, o treinador não conquistou nenhum título com o time.

Pensando nisso, o Mercado do Futebol listou alguns técnicos que podem assumir o comando da equipe na próxima temporada, já que o Flamengo será comandado por interinos na reta final do Brasileiro.

José Néstor Pékerman

Experiente, o técnico José Pekerman é um nome que conseguiria comandar o vestiário do Flamengo, que tem tantas estrelas. Em sua carreira, já comandou as seleções da Argentina e da Colômbia, além de acumular passagens por clubes como Toluca-MEX e Tigres-MEX.

Assim, levou os hermanos ao vice-campeonato da Copa das Confederações em 2005. Um ponto negativo é que Pekerman não comanda nenhuma equipe há três anos, já que deixou a Colômbia em setembro de 2018 e desde então, não treinou nenhuma outra equipe.

André Villas-Boas

O português é conhecido no mercado europeu e comandou equipes importantes, como Chelsea, Tottenham, Internazionale e Porto. Sua passagem de maior sucesso foi na equipe portuguesa, quando venceu o Campeonato Português, a Taça de Portugal, a Supertaça de Portugal e a Liga Europa. Além disso, também foi vitorioso no Zenit.

Por lá, conquistou o Campeonato Russo, a Copa da Rússia e a Supercopa da Rússia. Por fim, seu último clube foi o Olympique de Marseille, da França. Assim, Villas-Boas gosta de um esquema com três zagueiros e prioriza pontas de velocidade, como Bruno Henrique e Michael.

Marcelo Gallardo

Segundo a TyC Sports, o favorito para assumir o clube é Marcelo Gallardo, multicampeão que está de saída do River Plate. O comandante tem contrato até o fim deste ano com o clube da Argentina. O treinador está no clube desde 2014, mas a tendência é que procure uma nova equipe. A concorrência do Flamengo seria a seleção uruguaia.

Após a saída de Oscar Tabárez, Gallardo é considerado o principal nome. O treinador sempre foi muito desejado pelo futebol europeu, então, caso chegue uma boa proposta do Velho Continente, seria difícil disputar. Porém, a oportunidade de comandar uma seleção enche os olhos do argentino.

Ismael Rescalvo

Recentemente, o técnico relatou que foi sondado pelo Flamengo, mas a diretoria acabou negando. Sendo assim, agora, o nome de Rescalvo poderá ser analisado com mais carinho. Aos 39 anos, o treinador está no Emelec e não tem um salário muito alto em relação aos seus concorrentes ao cargo.

Na atual temporada, o Emelec disputou a Copa Sul-Americana neste ano e acabou eliminado na primeira fase em grupo que o Red Bull Bragantino avançou. No comando do clube equatoriano, Ismael Rescalvo é um nome bem avaliado, mas a falta de experiência pode pesar na decisão.

Maiores campeões estaduais na Série A Os 10 times mais valiosos do Brasil Lembra deles? Os medalhões que jogarão os estaduais longe dos holofotes 7 Jogadores Livres no mercado que poderiam reforçar seu time