5 treinadores que podem assumir o lugar de Rogério Ceni no Flamengo

O técnico Rogério Ceni não tem convencido no cargo de técnico do Flamengo. A equipe não consegue desempenhar um bom futebol e a torcida não tem mais paciência para o comandante. Sendo assim, os dirigentes começam a cogitar uma possível saída de Rogério, mas não a curto prazo.

Nesse sentido, Rogério Ceni poderá deixar o Flamengo brevemente, por mais que não seja agora. Pensando nisso, o Mercado do Futebol listou alguns técnicos que podem assumir o comando da equipe em um futuro próximo, dependendo do desempenho de Ceni nos próximos jogos.

Renato Gaúcho

Um dos principais nomes do futebol brasileiro. Alguns torcedores do Flamengo adoram a ideia, outros odeiam. Enquanto comandava o Grêmio, Renato Gaúcho já havia externado seu desejo de comandar o clube carioca. No entanto, as provocações no período em que o Rubro-Negro era comandado por Jorge Jesus irritaram alguns.

No entanto, seu vasto currículo jogam a seu favor. Pelo Grêmio, conquistou Copa do Brasil, Libertadores, Recopa Sul-Americana, Campeonato Gaúcho e Recopa Gaúcha. Sendo assim, é um dos maiores, se não o maior, treinador da história do clube gaúcho. É um nome interessante para o Flamengo.

Ismael Rescalvo

Recentemente, o técnico relatou que foi sondado pelo Flamengo, mas a diretoria acabou negando. Sendo assim, agora, o nome de Rescalvo poderá ser analisado com mais carinho. Aos 39 anos, o treinador está no Emelec e não tem um salário muito alto em relação aos seus concorrentes ao cargo.

Na atual temporada, o Emelec disputou a Copa Sul-Americana neste ano e acabou eliminado na primeira fase em grupo que o Red Bull Bragantino avançou. No comando do clube equatoriano, Ismael Rescalvo dirigiu sua equipe em 21 jogos na atual temporada. São até o momento: 13 vitórias, cinco empates e somente três derrotas.

José Néstor Pékerman

Experiente, o técnico José Pekerman é um nome que conseguiria comandar o vestiário do Flamengo, que tem tantas estrelas. Em sua carreira, já comandou as seleções da Argentina e da Colômbia, além de acumular passagens por clubes como Toluca-MEX e Tigres-MEX.

Assim, levou os hermanos ao vice-campeonato da Copa das Confederações em 2005. Um ponto negativo é que Pekerman não comanda nenhuma equipe há três anos, já que deixou a Colômbia em setembro de 2018 e desde então, não treinou nenhuma outra equipe.

André Villas-Boas

O português é conhecido no mercado europeu e comandou equipes importantes, como Chelsea, Tottenham, Internazionale e Porto. Sua passagem de maior sucesso foi na equipe portuguesa, quando venceu o Campeonato Português, a Taça de Portugal, a Supertaça de Portugal e a Liga Europa. Além disso, também foi vitorioso no Zenit.

Por lá, conquistou o Campeonato Russo, a Copa da Rússia e a Supercopa da Rússia. Por fim, seu último clube foi o Olympique de Marseille, da França. Assim, Villas-Boas gosta de um esquema com três zagueiros e prioriza pontas de velocidade, como Bruno Henrique e Michael.

Tiago Nunes

Após uma boa passagem pelo Athletico-PR, onde viveu a melhor fase da carreira, o técnico Tiago Nunes acabou tendo duas passagens abaixo do esperado em Corinthians e Grêmio. Ainda assim, conseguiu conquistar o Campeonato Gaúcho e classificou bem a equipe na Copa Sul-Americana, mesmo com surto de Covid-19.

Sendo assim, caso queira uma opção no mercado nacional, Tiago Nunes está livre no mercado, tendo em vista que foi demitido recentemente do Tricolor gaúcho após ver o clube ter seu pior início de Brasileirão na história da competição.