Clubes brasileiros usam aplicativo para negociar jogadores

Aplicativo feito para clubes facilita a negociação de compra e venda de jogadores.
Aplicativo feito para clubes facilita a negociação de compra e venda de jogadores.

Em tempos de pandemia, os clubes precisaram se reinventar na hora de contratar jogadores. Pensando nisso, um novo método baseado em aplicativos de namoro foi criado para que os times possam negociar jogadores, seja para compra ou venda. A assinatura é anual, custa por volta de 12 mil libras (R$ 78 mil pela cotação atual) e alguns times brasileiros já fazem uso dele.

Em meio à pandemia, ir atrás de jogadores e selar o acordo de forma presencial está difícil, e por isso, apesar de existir há três anos, o aplicativo registrou seu recorde de atividade em maio deste ano. O Nice da França, por exemplo, havia anunciado estar à procura de um zagueiro e que pagaria até oito milhões de euros, e no mês seguinte contratou Robson Bambu

, do Athetico Paranaense.

“Você acaba sabendo das carências de todas as equipes e o orçamento delas para tais posições. Aí você pode oferecer um jogador que eventualmente tenha”

Alexandre Pássaro, gerente executivo de futebol do São Paulo

A plataforma já é utilizado nas principais ligas da Europa, e mesmo que tenha o lado positivo de facilitar a busca por um jogador, também informa ao seu adversário as necessidades do seu elenco e quanto você está disposto a pagar para supri-las. A expectativa do CEO do aplicativo é de que ele se popularize de vez no Brasil e acabe se tornando um caminho sem volta.

Foto: Divulgação app