Flamengo não esconde desejo de venda e incomoda Gerson, que fica perto de sair

A diretoria do Flamengo não esconde que o valor agrada e o desejo de negociá-lo é evidente. Isso incomoda Gerson, que está se convencendo a sair.

Apesar do tricampeonato carioca do Flamengo, nem tudo é festa no Ninho do Urubu. Apesar de manter indecisão sobre seu destino, o volante Gerson se incomodou um pouco com a postura da diretoria em não esconder o desejo de negociá-lo, o que o aproxima de uma saída do clube.

Uma das principais peças da equipe desde sua chegada, o jogador recebeu ligação de Jorge Sampaoli, técnico do Olympique de Marselha, o incentivando a aceitar a proposta. No entanto, o brasileiro segue indeciso. Gerson confessou para pessoas próximas que o status que possui no clube do coração seduzem mais do que clubes do futebol europeu.

Nesse sentido, ele vê que falta reciprocidade neste sentimento por parte do Flamengo. Apesar dos elogios de Rogério Ceni e Diego em declarações à imprensa, Gerson não se sente valorizado pelo clube carioca. O volante é um dos que ainda não recebeu prometido aumento salarial, e a diretoria admite que quer fazer caixa com uma venda do jogador.

Por fim, os valores envolvidos para a saída de Gerson agradam. Além disso, o volante sabe que seguirá no radar da seleção brasileira, tanto a olímpica como a de Tite. Assim, aos poucos, Gerson se convence de que a saída está próxima e o Flamengo não faz esforços para mantê-lo.

O Rubro-Negro levaria 25 milhões de euros (R$ 162,5 milhões na cotação atual) e a negociação ainda poderia somar mais 5 milhões de euros em bônus a serem alcançados pelo jogador.