No último segundo, Pedro decide e Flamengo vence Goiás por 2 a 1

Flamengo e Goiás se enfrentaram nesta terça-feira (13), em jogo atrasado, correspondente à 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo começou às 18h no estádio do Maracanã.

Primeiro tempo:

O primeiro tempo foi animado. Flamengo começou em cima, abafando a equipe do Goiás, mas parando no goleiro Tadeu, que estava em grande noite. Várias defesas difíceis, que dificultaram a produção ofensiva rubro-negra. Mesmo com tanto volume, na primeira chegada, o Goiás marcou. Keko levantou a bola para Vinícius Lopes, que chapou no cantinho do goleiro Hugo.

Vinícius Lopes marcou seu quarto gol no Brasileirão. (Paulo Sergio/Gazeta Press)

Mesmo com o gol sofrido, o Flamengo não perdeu o foco: seguiu pressionando o esmeraldino e parando nas boas defesas de Tadeu. Enfim, o gol de empate saiu. Gerson dominou na entrada da grande área e, sob orientação de Domènec, que gritou: “no Bruno!”. Da maneira que o treinador pediu, Bruno recebeu e cruzou para Pedro entrar deslizando e anotar o empate rubro-negro.

Pedro marcou o sétimo gol dele no Brasileirão. (Foto: Paulo Sergio/Agência F8/Gazeta Press)

Ainda teve tempo para o Flamengo chegar mais uma vez: Michael recebeu na direita e levantou na área. Bruno Henrique cabeceou e Tadeu salvou. A bola entrou, mas antes, a bola bateu no braço do atacante flamenguista.

Segundo tempo

Na etapa final, o Flamengo continuou no ritmo. O primeiro lance de maior perigo foi uma jogada que nasceu na direita e terminou em um cabeceio de Bruno Henrique no travessão. O Flamengo amassava o Goiás completamente.

A partida continuou com o Flamengo apertando e com Tadeu salvando. O goleiro do Goiás foi muito decisivo mais uma vez, com defesas importantes em finalizações do clube carioca. Em um chute ou outro, no entanto, Neneca também trabalhou.

Time ansioso e errando muito, mas o Flamengo contou com a sorte novamente. Aos 52 minutos, a bola sobrou para o Pedro, de frente do gol, que mandou lá dentro. Na raça, contra um adversário fechado, o Flamengo se tornou co-líder do Brasileirão. 16º gol em 32 jogos para o artilheiro Pedro

Resta1