Renato volta a colocar cargo à disposição após derrota na final da Libertadores

O cenário após a derrota do Flamengo para o Palmeiras na final da Libertadores era de despedida. O jantar com o técnico Renato Gaúcho e as respectivas famílias no Uruguai, sem a presença de membros da diretoria foi o sinal do fim de ciclo. Após uma passagem rápida, mas turbulenta, Renato deixará o Rubro-Negro sem títulos.

Inclusive, de acordo com o jornal O Globo

, o treinador voltou a deixar o cargo à disposição no Uruguai. Após a eliminação para o Athletico na semifinal da Copa do Brasil, Renato já havia deixado seu cargo à disposição, mas a diretoria do Flamengo optou por mantê-lo no cargo, tendo em vista a final da Libertadores.

Porém, agora, os dirigentes vão decidir interromper o trabalho. Antes da decisão, o departamento de futebol já era cobrado, mas havia o respaldo visando a partida contra o Palmeiras, que poderia dar o tricampeonato ao Flamengo. No entanto, após a derrota, o fim de ciclo é inevitável.

O clube dará início a um processo de reformulação que promete ir além da troca de comando. A tendência é que Renato seja demitido antes do treino desta segunda-feira. Nesta terça, contra o Ceará, pelo Brasileiro, a equipe seria comandada por Maurício Souza, auxiliar e ex-treinador da base.

Por fim, o nome de Renato já causava incômodo pela postura em alguns jogos e entrevistas. O fato de não comemorar os gols sobre o Grêmio irritou jogadores e dirigentes. Além disso, as falas repetivas sem trazer soluções em campo também. Também, a frase “quem muito quer, nada tem” não foi bem digerida.

Os jogadores mais valiosos do futebol brasileiro Maiores campeões estaduais na Série A Os 10 times mais valiosos do Brasil Lembra deles? Os medalhões que jogarão os estaduais longe dos holofotes