Xodó de Ceni no Fortaleza “se oferece” ao Flamengo: “Não tem muito o que pensar”

Com ótimas passagens por Fortaleza e Corinthians, o centroavante Gustagol revelou o desejo de atuar no Flamengo e ser comandado por Ceni novamente.

A fase espetacular que o Flamengo vive chama atenção não só dos torcedores, mas também de jogadores de qualquer parte do mundo. Sendo assim, atualmente no futebol sul-coreano, Gustagol, que trabalhou com Rogério Ceni no Fortaleza, revelou o desejo de vestir a camisa do Rubro-Negro e que iria na hora caso Rogério Ceni lhe convidasse.

“Claro, né, velho, não tem muito o que pensar (se voltaria ao Brasil para jogar no Flamengo, caso Ceni chamasse). Jogador é lembrado por título e o Flamengo tem um time muito bom, excelente treinador e jogadores de alto nível. Se continuar desse jeito vai continuar conquistando muitos títulos ainda”

, afirmou o atacante, em entrevista ao site ‘Goal’.

Por outro lado, Gustavo reconheceu que lhe faltaria espaço no elenco do Flamengo e elogiou os dois centroavantes que o Flamengo tem em seu elenco: “Sei que isso não vai acontecer (receber o convite), porque os dois são fantásticos. São dois caras de características diferentes e muito bons. O Gabi, o Gabigol, um 9 de muita movimentação, e o Pedro que é mais de área. Para felicidade do Rogério, os dois vivem um grande momento”, concluiu.

A próxima partida do Flamengo será contra o Volta Redonda, no sábado (1º), em duelo válido pelo jogo de ida semifinal do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro tem vantagem do empate em ambos os jogos. Para esse jogo, Rogério Ceni resolveu poupar Gabigol e Filipe Luís, pensando na partida contra a LDU, pela Libertadores. Gerson sentiu dores na coxa e será reavaliado. Rodrigo Caio segue fora, se recuperando de lesão.

Os jogadores mais valiosos do futebol brasileiro Maiores campeões estaduais na Série A Os 10 times mais valiosos do Brasil Lembra deles? Os medalhões que jogarão os estaduais longe dos holofotes