Xodó de Jorge Jesus no Flamengo pode ajudar na permanência de Arrascaeta

O volante Vinícius Souza foi vendido ao Grupo City na temporada passada e poderá render mais dinheiro aos cofres do Flamengo, que seria usado com Arrascaeta.

O Flamengo vive uma novela com o Arrascaeta, um dos destaques da equipe. Enquanto o estafe do meia cobra uma valorização salarial e uma renovação contratual, a diretoria corre atrás de dinheiro para acabar com o imbróglio. Dessa forma, a solução poderá chegar de uma venda realizada na temporada passada, de uma das peças chaves do atual técnico do Benfica enquanto estava no Flamengo.

Assim, o volante Vinicius Souza, vendido ao Grupo City, está atuando no Lommel SK, da segunda divisão da Bélgica, e tem encantado por lá. Sendo assim, existe a possibilidade de chegar mais dinheiro aos cofres do clube carioca. Essa quantia poderia ser utilizada para dar um final feliz para a novela com Arrascaeta.

Foto: Marcelo Cortes/Flamengo

Negociado na época por 2,5 milhões de euros, cerca de R$ 16 milhões, por 60% dos direitos econômicos, o meio-campista que encantou Jorge Jesus, atualmente no Benfica, durante a passagem do português, tem até o dia 31 de julho para ter mais 20% dos direitos comprados pelo grupo City.

Nesse sentido, o valor estipulado é de 1,5 milhão de euros, algo em torno de R$ 10 milhões, segundo o portal GE. Por lá, Vinícius Souza fez 19 jogos, sendo que 17 como titular. A equipe acabou na terceira posição da segunda divisão e não conseguiu o acesso à elite do futebol belga. Ele atua junto com Caio Roque e Marlos Morenos, outros ex-Flamengo.

Por fim, caso o Flamengo consiga receber essa quantia, seria quitado mais da metade do que falta para comprar Arrascaeta. A equipe carioca tinha estipulado em contrato a compra de 6,25% em 2019 e 6,25% em 2020, um total de 12,5% por 2,5 milhões de euros (R$ 16,3 milhões).

Prejuízo! Relembre todos os eventos cancelados na história do UFC Os últimos 10 vencedores do GP da Singapura de Fórmula 1 Vaza suposta lista final do prêmio Bola de Ouro; veja top-10 Novo treinador do Chelsea vê retorno de Lukaku em 2023 com bons olhos