Após quase saída para o Santos, Ganso volta a ser titular do Fluminense

Titular pela última vez no dia 9 de maio, quando o Fluminense venceu a Portuguesa por 3 a 1 pela volta da semifinal do Campeonato Carioca, Ganso deverá voltar a ter a chance de iniciar um jogo neste domingo, diante do Bragantino, no Nabi Abi Chedid, pela terceira rodada do Brasileiro. Neste período de um mês, o meia jogou menos de 20 minutos pelo Tricolor. Foram 19, para ser mais preciso.

Além disso, nos últimos nove jogos, Ganso ficou no banco de reservas. Entrou em apenas um deles. Foi na vitória de 2 a 0 sobre o Bragantino, quarta passada, no Maracanã, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Agora, o camisa 10 voltará a ter uma chance na equipe em virtude da brecha aberta pelos meias que estão à sua frente na preferência do técnico Roger Machado. O titular Nenê deverá ser poupado e iniciará no banco de reservas. Já Cazares, primeira opção entre os suplentes, ganhou folga para ficar com sua família no Equador após defender a seleção do país nas Eliminatórias.

Por fim, após jogar quatro vezes menos em 2020 do que em 2019, seu primeiro ano no clube, Ganso começou a temporada de 2021 com mais oportunidades em função do Fluminense atuar muitas vezes com uma equipe alternativa no Carioca. Mas perdeu espaço recentemente e soma 421 minutos em campo – que dá menos de cinco jogos completos. Com Roger, o meia vinha atuando mais adiantado, uma espécie de “falso 9”, e marcou três gols e deu duas assistências.

Provável escalação: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, David Braz e Egídio; Wellington, Yago e Ganso; Caio Paulista, Luiz Henrique e Abel Hernández