Conmebol admite erro ao anular o gol do Cerro Porteño contra o Fluminense

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Cerro Porteño e Fluminense se enfrentaram nesta terça-feira (13), no Paraguai, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores. O time brasileiro saiu vitorioso por 2 a 0, mas o Cerro Porteño teve um gol anulado de forma pôlemica.

Aos 40 minutos do primeiro, o atacante Boselli fez o que seria o primeiro gol da partida, mas que foi invalidado pela arbitragem. O bandeirinha não seguiu o protocolo de deixar a jogada terminar e assinalou impedimento no momento que o atacante dominou a bola. Além disso, também houve erro do VAR, que chegou a imagem em um ângulo muito fechado e não viu Samuel Xavier, que dava condição à Boselli.

A Conmebol admitiu o erro em anular o gol da equipe paraguaia: “O assistente, em um cruzamento, levanta sua bandeira, assinalando impedimento de forma equivocada. O VAR checou a jogada com um ângulo muito fechado, deixando de levar em conta um defensor que está na parte inferior da tela para a colocação de linhas virtuais. Esse defensor habilitaria todos os atacantes, caracterizando um erro na decisão final”.

Os artilheiros da Copa do Mundo 2022, ao fim da segunda rodada Armação! Os meias ofensivos mais valiosos da Copa do Mundial de 2022 SPEEDY MENDOZA NO SANTOS! Veja os números do atacante com o Ceará no Brasileirão 2022 FIFA 23: Os melhores jogadores da Premier League sem o Big Six