Fluminense avança em negociação por Lucca e aguarda atacante para exames

Após ser oferecido ao clube há alguns dias, parece que realmente o destino de Lucca será o Fluminense. O atacante ex-Corinthians, Cruzeiro, Bahia, Ponte Preta e Internacional, recebeu o aval de Odair Hellmann, que já comandou o jogador em 2018, no Inter. Por isso, as negociações entre as partes avançaram e o atleta, que está em término de contrato com o Al-Khor, do Catar, é aguardado nas Laranjeiras na semana que vem para exames médicos.

Portanto, caso aprovado, faltará apenas o acerto das bases contratuais. Além disso, como estava em outro país – mas sob contrato – ele só poderá jogar depois do dia 13 de outubro, quando a janela no Brasil de transferências internacionais irá abrir. Vale lembrar ainda, que o comando de ataque é a posição mais carente do elenco do Flu, desde a saída de Evanílson. Portanto, a contratação de Lucca viria em boa hora para sanar uma necessidade do clube.

Carreira

Durante sua carreira, Lucca viveu momentos de altos e baixos. Se destacou pelo Criciúma em 2012, quando marcou 19 gols em 43 partidas, mas após isso, passou por uma verdadeira “gangorra”. Após a boa temporada, teve uma queda de rendimento e foi emprestado ao Cruzeiro, onde também não teve muito destaque.

Depois, o Corinthians comprou o jogador a pedido do próprio Tite. No timão, o atacante teve um primeiro ano bom e com participações importantes no título brasileiro de 2015, mas depois acabou novamente caindo de rendimento e perdendo espaço. Por isso, foi emprestado para a Ponte Preta, em 2017 e, por lá, teve muito destaque: em 61 jogos, o atacante marcou 24 gols.

Entretanto, novamente assombrado pela “gangorra” do futebol, nas suas passagens seguintes por Internacional e Bahia, não obteve sucesso. Pelo clube baiano, seu último clube no Brasil, disputou 17 partidas, mas não balançou as redes em nenhuma oportunidade. Agora, ele está desde o ano passado no Al-Khor. Neste ano, o atacante fez cinco gols em 12 partidas, e entrou em campo pela última vez no domingo passado, na derrota para o Al Ahli por 1 a 0.

Foto de capa: Divulgação / Al-Khor

Resta1

Guilherme Alves

Editor-chefe, repórter, redator, comentarista e âncora. Falo sobre futebol, basquete, futebol americano e automobilismo.