Fluminense monitora mercado sul-americano para reforçar lateral esquerda

Com a iminente saída de Egídio do Fluminense, a diretoria deverá mirar em mercados vizinhos na América do Sul para reforçar a lateral esquerda.

De acordo com o site NetFlu, no entanto, a definição por nomes se dará apenas no final da temporada.

Alguns jogadores já estão sendo oferecidos ao clube. Outros também foram mapeados pelo departamento de scout tricolor. Atletas de países vizinhos são vistos no mercado com preços mais acessíveis que os brasileiros.

Ainda de acordo com o site, tal definição sairá ao fim da temporada porque o investimento visando ao ano de 2022 variará diretamente com a classificação no Campeonato Brasileiro.

Se a equipe conseguir uma vaga já na fase dos grupos da Libertadores, a condição financeira aumenta. Caso jogue as fases prévias, diminui um pouco. Se for apenas para a Sul-Americana, cai mais ainda.