Punido pelo STJD, Avaí não enfrenta o Fluminense na Ressacada; entenda

Foto: Leandro Boeira/Avaí FC.

Nesta quinta-feira (6), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu o Avaí com a perda de um mando de campo no Campeonato Brasileiro. A punição foi decretada cinco dias depois do incidente que identificou o corte dos cabos de fibra óptica do VAR no jogo entre o Leão da Ilha e o Atlético-GO, no último sábado (1).

A Procuradoria de Justiça Desportiva do STJD pediu, através de denúncia, que o Estádio Aderbal Ramos da Silva, a Ressacada, sofresse uma suspensão preventiva por “não reunir condições adequadas e suficientes para receber partidas”.

Porém, Otávio Noronha, presidente da instituição, concluiu que a interdição seria desnecessária e que geraria graves consequências. Com a decisão, impôs ao Avaí a perda de um mando de campo, que será cumprido na 32ª rodada do Brasileirão, contra o Fluminense no dia 16 de outubro.

A decisão do STJD contém a seguinte declaração: “Diante do exposto, defiro a liminar vindicada, impondo ao clube denunciado, desde logo, a perda de 1 mando de partida, a ser cumprida somente a partir da próxima rodada do Campeonato Brasileiro”.

Entretanto, o GE apurou que, segundo o advogado Sandro Barreto, o Avaí irá tomar as medidas cabíveis sobre o caso nesta sexta-feira (7).

Após perder para o Botafogo de virada por 2 a 1 na Ressacada, o Leão da Ilha é o vice-lanterna da competição, com apenas 28 pontos, três a menos que o primeiro time fora do Z-4, o Coritiba. O próximo compromisso do Avaí é neste domingo (9) às 16h contra o Fortaleza no Castelão.

57 anos de Romário: números e principais conquistas Dois anos de Hulk no Galo: veja números e conquistas Vai precisar! Veja possíveis substitutos de João Gomes no Flamengo Cruzeiro: quem ainda pode chegar e quem não vem mais?