Artur Viera comenta sobre oportunidade em um novo país e crescimento de Cingapura no cenário asiático

Foto: Hougang United (Cingapura).

Ao sair do Brasil três temporadas atrás, o zagueiro de 31 anos atuou por equipes da Indonésia, Tailândia e Inglaterra (última divisão no sistema profissional) e nos últimos dias foi anunciado no Hougang United que tem como objetivo chegar forte pelo título em Cingapura:

“É um clube que vem crescendo a cada ano e esse ano o esforço é para conquistar títulos e consequentemente uma vaga na Champions, algo muito importante. Esse ano iremos jogar a AFC Cup que já e um Campeonato muito importante para a agremiação e queremos ir longe também”.

Sobre o país, o atleta já tem conhecimento sobre o estilo das equipes, pois acompanhou algumas partidas e ainda terá o plus de atuar com um ex-companheiro na época que estava na Série B:

“Eu e Pedro jogamos juntos no Paraná Clube, tivemos um acesso para Série A. Conversei bastante com ele sobre a experiência ótima que é jogar no continente, ele nunca havia jogado, consegui incentivar ele a vir e sei que vai nos ajudar muito porque é um ótimo atacante”.

Foto: Paraná Clube.
 

Artur já tem uma bagagem dentro do futebol asiático e em cada país, um estilo de atuação predominava como ele próprio conta: “Na Indonésia é de muita velocidade, muitos jogadores com essa característica. A Tailândia conta com jogadores que gostam de jogar mais com a bola no pé”.

Sobre a adaptação afirma que sua relação com o treinador e seu auxiliar Firdaus Kassim é positiva e além disso, o fato da comunicação em inglês ajuda na conexão das ideias trazidas por ambos para os atletas.

O zagueiro com passagens por Fluminense e América Mineiro passou um tempo parado antes de receber a oportunidade de voltar a Ásia, mesmo com as dificuldades inerentes dessa situação, ele se manteve concentrado e em busca de conseguir representar bem as cores de sua nova equipe:

“Foi um desafio grande. Quando estamos sem clube temos que ter muita força de vontade para continuar treinando forte e com o mesmo empenho esperando uma oportunidade. Graças a Deus, eu consegui trabalhar com pessoas que me ajudaram bastante nesse período”.

Os 10 melhores jogadores do Newcastle no FIFA 08 Os 10 melhores jogadores do Atlético Mineiro no FIFA 08 Os números de Jô nas últimas 10 temporadas HISTÓRICO! Os números do Fortaleza na fase de grupos da Libertadores