Pia relembra eliminação em Tóquio e afirma: ”Eu poderia ter feito melhor”

Foto: Koki Nagahama/Getty Images

Pia concedeu, nesta terça-feira (31), sua primeira entrevista coletiva após a eliminação nos jogos Olímpicos. A treinadora falou sobre o que passou em sua cabeça no momento e fez críticas relacionados ao próprio trabalho.

Inicialm ente, Pia havia afirmado, antes dos jogos, que o objetivo seria chegar às quartas de final. Mas o tom da entrevista, era de que poderia ter ido além. “Depois do apito final e do último pênalti foi muito difícil. Muito triste. Foi pesado porque eu decepcionei muita gente que estava comigo. Porque eu acho que havia uma diferença tão pequena…e eu sou parte da diferença e gostaria de ter feito melhor”

, afirmou.

Muito se comentou acerca do desempenho ofensivo da seleção, na reta final. O jogo da eliminação é um exemplo, tendo a derrota ocorrido nos pênaltis, após diversas chances desperdiçadas no tempo normal. E a treinadora da Seleção Brasileira admitiu os erros.

“Uma lição para aprender é que existe uma diferença muito pequena entre ser bem-sucedido e não ser. E é muito importante aproveitar a jornada. Acho que podemos fazer melhor, é uma questão de detalhes. Vou começar por mim, eu poderia ter feito melhor. Especialmente na parte ofensiva”, destacou.

Quando ao futuro, mudanças de postura foram garantidas, durante a coletiva. A treinadora acredita que “para conseguir resultados diferentes, temos que fazer coisas diferentes”.

”Fazer diferente é trazer novas jogadoras e ver como elas podem atuar para termos um time coeso. Jogadoras novas mescladas com algumas mais experientes para ver se conseguimos ter uma fórmula vencedora. Eu acredito que é importante olhar para a Copa América do ano que vem, mas também olhar para jogadoras mais novas para ver se podemos fazer algo diferente na Copa do Mundo”, concluiu.