Projeto de tornar profissional o futebol feminino na Itália é aprovado

A partir da temporada de 2022/23, o futebol feminino na Itália vai se tornar profissional. Um projeto sobre o tema, criado pela Federação Italiana de Futebol (Figc), foi aprovado nesta quinta-feira (25) pelo conselho da instituição.

A medida tem o objetivo de inserir aos poucos a mudança de status do futebol feminino, bem como a maneira que ele é visto no país.

Mesmo sendo eleito o melhor projeto para a mudança de nível, ele ainda vai precisar passar por uma análise do governo, além de passar por um período de preparo do sistema.

“Precisamos garantir a sustentabilidade e garantir que o futebol feminino sempre possa alcançar objetivos mais altos e não perder peças pela rua. Também estamos cientes que o profissionalismo envolve maiores encargos e custos, principalmente em um momento em que sempre se fala de grande respeito pela sustentabilidade”, explicou o presidente da Figc, Gabriele Gravina.

O conselho da Figc também tomou uma decisão hoje (25) de atribuir o título da Série A feminina para a Juventus, que terminou a liga com nove pontos na frente da segunda colocada Fiorentina. Esse foi o terceiro título consecutivo do clube no torneio.

Capa: Juventus.

As maiores decepções no início dos estaduais 8 jogos imperdíveis para curtir neste fim de semana! Saiba tudo sobre o UFL, novo game de futebol rival de FIFA e PES Os jogadores mais valiosos do futebol brasileiro