A surpresa da competição? Argentinos Juniors segue com 100% de aproveitamento na Libertadores 2021

O grupo F é considerado um dos mais equilibrados desta edição da Libertadores.  Quando Atletico Nacional, Nacional, Universidad Católica e Argentinos Juniors foram definidos nessa chave, imaginava-se uma briga acirrada, ponto a ponto, dos três primeiros citados. Com isso, o grande azarão ficava na conta do último listado, mas as primeiras rodadas nos mostraram que não será como a projeção logica apontou.

Os comandados de Gabriel Milito (aquele mesmo) vem apresentando um alinhamento entre desempenho e resultado que empolga os seus torcedores e surpreende os simpatizantes da competição mais amada do continente. Ganhando e convencendo a equipe do Argentinos já conta com 3 vitorias no complicado grupo F. No momento, são 9 pontos conquistados, sendo 6 fora de casa, e o Bicho Colorado

ainda disputará dois jogos dentro de seus domínios, no returno da chave.

Com um estilo de jogo bastante coletivo e operário em um ajustado esquema de 3-4-1-2 o Argentinos Juniors tem na sua dupla ofensiva, formada por Ávalos e Hauche, suas maiores esperanças de gols na competição. O primeiro já anotou três na atual edição, já o segundo marcou e ajudou na vitória contra a Católica. Uma defesa coesa, um forte trabalho nas bolas paradas, explorando a boa estatura de seu camisa nove e, principalmente, verticalidade. Essa parece ser a fórmula de Milito para montar aquilo que aparenta ser uma legítima equipe forte em competições como a Libertadores.

Não existe uma noção exata de até onde o Argentinos Juniors possa chegar, porém com a vaga no mata-mata praticamente assegurada, fazendo com que as outras três tradicionais equipes do grupo briguem pela segunda colocação, já se desenha o que pode ser sua melhor campanha nas últimas temporadas. Portanto, quem sabe com uma boa dose de DNA Hermano, os torcedores do Bicho

não possam voltar a sonhar com a Gloria Eterna após 36 anos.

Foto de destaque: @AAAJoficial