Lionel Messi está liberado para jogar as Eliminatórias

A Associação de Futebol Argentino (AFA) fez uma consulta à Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) na última semana sobre a punição que Lionel Messi tinha sofrido após a Copa América de 2019. A sanção em questão impedia Messi de atuar pela Argentina na próxima partida por conta de uma suspensão depois de cartão vermelho. La Pulga está disponível para a estreia das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022.

O vermelho aplicado na disputa de 3º lugar da Copa América de 2019 foi após uma confusão entre Messi e o chileno Gary Medel. Os dois se encararam e o árbitro mostrou o cartão para os dois. A partida terminou com vitória da Seleção Argentina por 2 a 1 com gols de Sergio Aguero, Paulo Dybala e Arturo Vidal. A consulta do presidente da AFA, Claudio Tapia, foi respondida pelo presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez. O representante máximo do futebol sul-americano confirmou que a punição prescreveu, ou seja, perdeu o valor, e que o capitão e 10 argentino está liberado para jogar.

Messi sem entender o motivo de sua expulsão no jogo na Arena Corinthians (Alexandre Schneider/Getty Images)

“O presidente da AFA, Claudio Tapia, fez uma consuilta à Conmebol sober a sanção que devia cumprir o capitão da Argentina, Lionel Messi, diante do Equador e após passar um ano, Alejandro Domínguez confirmou que a mesma prescreveu e ele se encontra disponível para os jogos”, informou a AFA em rede social.

O prazo de suspensões de uma partida é de um ano conforme o Art. 78.1 c) (i) do Regulamento Disciplinar (Ed. 2019) e Art. 29.1 c) (i) do Código Disciplinar atual e começa a ser contado a partir do dia seguinte da notificação da decisão. Como a notificação foi em 23 de julho de 2019, está prescrita. Aquela havia sido a segunda expulsão da carreira de Messi, a primeira foi na estreia com a camisa da Argentina em 2005.

A próxima partida da Seleção Argentina, que é pela estreia das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Catar, será no dia 8 de outubro, na Bombonera, diante do Equador. O jogo seguinte será contra a Bolívia, em La Paz no dia 13 de outubro. Até o momento, nem a FIFA e nem a Conmebol cancelaram a data.

Foto de capa: CHRISTOPHE SIMON/AFP via Getty Images

Resta1