Fatores que comprovam a relevância do Brasileirão Série A em nosso continente

Realizado oficialmente desde 1971, o Campeonato Brasileiro completou cinco décadas no ano passado. Nesse período, os fãs e admiradores do bom espetáculo dentro das quatro linhas puderam ver de perto craques e equipes memoráveis que estão marcadas para sempre na história do futebol mundial.

Nos dias atuais, ainda que o Campeonato Brasileiro não esteja no mesmo nível técnico das principais ligas da Europa como outrora, não dá para negar que a Série A do Brasileirão é o torneio de âmbito nacional de maior prestígio no continente sul-americano.

Não por mero acaso, quatro dos últimos cinco campeões da Copa Libertadores foram equipes nacionais. De acordo com o conceituado jornalista Erich Beting, em texto autoral publicado no Blog da ESPN no ano passado, o protagonismo do futebol brasileiro em nosso continente deve-se ao seguinte motivo: maior poderio financeiro dos times do país em relação aos rivais sul-americanos.

De fato, nosso campeonato é recheado de grandes jogadores, muitos deles com nível para jogar nas maiores ligas europeias. Afinal, nenhum torneio nacional na América do Sul tem tantos atletas de excelência, como Hulk, Gabigol, De Arrascaeta, Nacho Fernández, Dudu, dentre tantos outros, disputando o mesmo campeonato simultaneamente.

Posto isso, na sequência veremos que o reflexo do êxito do futebol brasileiro no continente dentro dos gramados está se refletindo em oportunidades de negócio para setores distintos da indústria. O que não deixa de ser relevante para o presente e o futuro do futebol nacional.

Além do campo e bola: transmissão do Brasileirão ganha ênfase no exterior

Há muitos anos, jornalistas e especialistas do mundo da bola discutem maneiras de o futebol brasileiro valorizar o seu produto para ser consumido em mercados atrativos comercialmente no exterior — e as coisas parecem que estão entrando nos trilhos.

Somente no ano passado, as transmissões da Séries A e B do Brasileirão alcançaram 100 países, com mais de 700 confrontos exibidos via streaming ou TV. Esses dados foram divulgados pela Global Sports Rights Management (GSRM), companhia que é dona dos direitos de transmissão internacional das duas principais ligas do futebol nacional.

Para os próximos anos, a expectativa do CEO da empresa, o argentino Hernán Donnari, é que o produto Brasileirão atinja 600 milhões de assinantes no mundo. Recentemente, a GSRM assinou um contrato de transmissão do torneio junto ao serviço de multiplataforma da Univision, com narração e comentários dos jogos em língua portuguesa e espanhola.

Brasileirão Série A é um dos maiores mercados de apostas esportivas da América Latina

Além de estar ganhando território no cenário internacional por meio de transmissões das partidas em plataformas de streaming, o futebol brasileiro também está em evidência em outro segmento na internet: as apostas esportivas. Hoje, 19 dos 20 clubes que disputam a primeira divisão são patrocinados por empresas da indústria.

Presente nos principais sites de apostas esportivas do mundo, o segmento de apostas no Brasileirão Série A tem uma das maiores liquidez e opções de mercados alternativos para realizar palpites no futebol latino-americano, tamanha é a sua força no setor. Vale destacar que nos modos de aposta do Campeonato Brasileiro, o tradicional mercado de vitória, empate e derrota tem dado espaço a novas ferramentas de apostas no mercado nacional, como a exemplo da função “Crie Sua Aposta”, que permite ao usuário definir o seu próprio mercado na plataforma escolhida.

O fato é que essa conexão entre futebol brasileiro e apostas esportivas está cada vez mais próxima do modelo europeu, no qual grandes ligas e times mantêm acordos publicitários com empresas do setor, tanto nas camisas de jogo quanto em placas publicitárias na beira do gramado.

Na Premier League (Campeonato Inglês), liga que concentra várias estrelas de renome internacional, está a parceria mais longeva entre clube e casa de apostas esportivas do futebol mundial de alto nível. Com acordo publicitário garantido até pelo menos 2025, o site de apostas online Betway e a equipe do West Ham, de Londres, são parceiros oficiais desde 2015.

Gestão e futuro: futebol brasileiro atrai interesse de grupo empresarial

Quem acompanha as notícias do futebol nacional e internacional de perto sabe muito bem que Javier Tebas, presidente da LaLiga (Liga Espanhola de Futebol), esteve no Brasil recentemente para discutir ideias e apresentar planos sobre a criação de uma nova liga nacional.

Tebas, que comanda o futebol espanhol há nove anos, é uma das principais cartas na manga das empresas Alvarez & Marsal e XP Investimentos para bater a concorrência e ganhar o aval dos clubes das Séries A e B do Brasileirão a fim de dar o pontapé inicial naquilo que pode se tornar em um divisor de águas no esporte.

O projeto ainda está sendo discutido e visa, principalmente, aumentar a receita dos times em diversas formas, como na melhor distribuição das cotas de TV. Nesse aspecto, seguiria o modelo semelhante ao utilizado no Campeonato Espanhol:

  • 50% das cotas divididas de formas igualitárias;
  • 25% com base na classificação das equipes;
  • 25% de acordo com a audiência e a relevância no quesito exposição da marca.

Além disso, a liga brasileira teria o seu calendário remodelado e uma série de investimentos a longo prazo, para o futebol nacional se firmar não só como uma das referências do continente sul-americano, como também a nível global.

Aniversariantes! Veja recordes de Cristiano Ronaldo e Neymar Rival do Flamengo! Quais os remanescentes do Al-Hilal de 2019? Novo reforço? Ângelo ACEITA proposta do Flamengo Em tarde de falhas, Cruzeiro perde primeira na temporada; veja notas