Santos x Palmeiras: A primeira vitória alvinegra em Clássicos.

Santos e Palmeiras se enfrentam e o Alvinegro leva a melhor pela primeira vez no ano.

Na noite desta quarta-feira (14), o Santos foi em busca da primeira vitória em clássicos em 2017. Com a volta de Lucas Lima e a estreia de Levir Culpi, que teve apenas um dia para treinar a equipe, o time enfrentou o Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro. A vitória por 1 a 0 foi a terceira seguida na competição, o Peixe vence o Botafogo em casa e o Atlético Paranaense fora.

Com a proposta de vencer, logo aos 3 minutos de jogo Copete lançou Bruno Henrique que chutou e obrigou Prass a fazer boa defesa. Aos 7 minutos, Palmeiras respondeu com Tchê Tchê, que arriscou de longe e chutou para fora. Depois, o Alviverde teve as melhores chances, enquanto o Peixe não assustou mais o goleiro adversário. Apenas aos 30 minutos os donos da casa voltaram a se aproximar do gol defendido por Fernando Prass. Em um primeiro com mais de 20 faltas, o placar ficou zerado.

A primeira grande chance da segunda etapa foi dos visitantes. Vanderlei fez defesa maravilhosa em chute de Guerra. Dois minutos depois, Kayke recebeu de Jean Mota e abriu o placar na Vila Belmiro. Lucas Lima tentou guardar o dele e teve seu chute desviado, a jogada resultou em escanteio que obrigou Prass fazer outra grande defesa. Aos 28 minutos Vanderlei apareceu para salvar o gol Santista. Aos 26 minutos, Bruno Henrique deixou Kayke livre para ampliar, mas o gol foi anulado. Depois da Saída de Kayke, o Santos se resumiu a defender as investidas do Palmeiras. Vanderlei foi o nome do jogo, no final do segundo tempo fez outra ótima defesa.

O próximo jogo do Peixe é contra a Ponte Preta, às 21 horas no Pacaembu. O último duelo entre as duas equipes terminou com vitória do Santos em tempo normal, perdendo a vaga do Paulista nos pênaltis para a Macaca.

O jogo

Local: Vila Belmiro;
Hora: 21h45;
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio;
Auxiliares:Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha;
Cartões amarelos: Juninho (Palmeiras), Tchê Tchê (Palmeiras), Lucas Lima (Santos).
Gols: Kayke, aos 5 do segundo tempo (Santos).

Santos FC: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Bruno Henrique, Copete e Kayke. Técnico: Levir Culpi.
Substituições: Kayke – Leandro Donizete; Copete – Fabián Noguera, Lucas Lima – Vladimir Hernández.

Palmeiras: Prass; Edu Dracena, Antônio Carlos, Juninho, Mayke; Thiago Santos, Tchê Tchê, Guerra, Zé Roberto; Willian e Roger Guedes. Técnico: Cuca.
Substituições: Zé Roberto – Keno; Tchê Tchê – Jean; Thiago Santos – Raphael Veiga.

NBA: Confira o top-10 dos maiores pontuadores da história do basquete. Novo treinador do Vitória! Os números de Léo Condé em seus últimos 10 clubes NBA: Os melhores apelidos da história da liga Jogadores que podem chegar ao seu clube de forma gratuita