Bruno Cortez não deve renovar com o Grêmio, diz site

Bruno Cortez deve estar cada vez mais perto de chegar ao fim de sua trajetória no Grêmio. O lateral-esquerdo está n o Imortal desde 2017 e deve deixar o clube no fim do contrato, que é até 31 de dezembro.

Apesar de ter dado início as conversas para renovar o contrato, a situação foi revista e o assunto perdeu força, de acordo com o GZH.

Atualmente, o jogador de quase 36 anos não tem espaço algum no elenco e briga para ser relacionado para as partidas. Após a chegada de Diogo Barbosa, além do baixo rendimento, o atleta viu sua titularidade ir embora. Ainda que Renato Portaluppi via nele um bom posicionamento defensivo e sempre o elogiou pela capacidade física.

O que deu esperança foi a braçadeira de capitão no início do Gauchão deste ano. Porém, com a saída de Renato, o lateral não teve a sequência com Tiago Nunes e depois Felipão. Em suma, atuou em 25 oportunidades, sendo 16 como titular, com os novos técnicos.

Por fim, Cortez tenta uma reversão de cenário, pois tem uma boa relação com Porto Alegre e, principalmente, com os outros jogadores. Tudo depende das oportunidades que Mancini dará para que ele corra atrás de sua permanência.

“Vai ser difícil de uma possível renovação, mas ainda está incerto”, informa o GZH.

Em 220 jogos pelo Grêmio, Cortez marcou apenas dois gols. Mas participou das conquistas da Libertadores, Recopas e tetracampeonato gaúcho.