Grêmio não se posiciona de forma favorável à “MP do mandante”

Nesta quinta-feira, 16 clubes da Serie A do Campeonato Brasileiro se manisfestaram de forma favorável à MP sobre direitos de transmissão. Exceto o Grêmio, os cariocas Botafogo e Fluminense e o São Paulo.

O projeto determina a obrigação do mandante em transmitir a partida de futebol, com a “prerrogativa exclusiva de negociar, autorizar ou proibir a captação, fixação, a emissão ou transmissão, a retransmissão ou a reprodução dos direitos de imagem, por meio ou processo, do espetáculo desportivo”.

O Grêmio desde o início se mostrou contrário à instauração da Medida Provisória 982/2020. Aos olhos da direção gremista, a decisão sem debate prévio é um equivoco.

-“Da maneira que foi encaminhada, me parece que a demanda atendeu a interesse específico. É um ato muito pequeno e de enorme problema, enorme consequência. Consequência que pode ser boa ou ruim. O cerne de tudo está a forma como foi encaminhado: completamente sem debate prévio”. – como já havia explicado Romildo Bolzan.

O fato é que, esse tema deve ser tratado com cautela. A maioria dos clubes brasileiros, bem como o Grêmio, tem contrato fixado com a Globo até fim de 2024. -“Se fosse democratizar, ouviria a todos”, finalizou Bolzan.

Créditos da imagem: Lucas Uebel.

FIFA 23: time de 1 milhão para destruir na primeira Weekend League FIFA 23: time de 500k para brilhar na primeira Weekend League Neymar mira temporada perfeita: “ganhar tudo com PSG e Seleção Brasileira” Cuiabá x Flamengo: Dorival e titulares ficam no Rio de Janeiro visando Copa do Brasil