Polêmica no Morumbi: São Paulo x Grêmio

O duelo entre Grêmio e São Paulo, válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, ficou marcado pelo escândalo causado pela arbitragem da partida. O clube gaúcho foi severamente prejudicado durante os 90 minutos, recebendo entradas violentas, empurrões, falta na saída para o contraataque, entre outros lances que aos olhos da arbitragem não eram lances para nem mesmo cartão amarelo.

No entanto, o que realmente revoltou o Imortal Tricolor foi a mudança na escala de arbitragem antes da partida. Na quinta-feira, os diretores do São Paulo Raí e Alexandre Pássaro estiveram na CBF para debater supostos erros da arbitragem contra sua equipe. Encontro que coloca a arbitragem sob suspeição.

Logo após a partida, dirigentes gremistas deixaram sua indignação acerca do ocorrido. O vice-presidente Paulo Luz, em coletiva, classificou o episódio como vergonha nacional.

–”Ele (Rafael Traci) veio para São Paulo condicionado. Por isso, estamos muito indignados e tomaremos todas as atitudes formais, cabíveis junto à CBF e comissão de arbitragem. E esperamos que tenham condições, não de reparar este erro, porque os dois pontos já estão perdidos, mas, daqui para frente, agir com isenção, correção e estabelecer justiça para todos os 20 participantes do Campeonato Brasileiro” – declarou Luz.

Nesta manhã, o perfil oficial do Grêmio divulgou nota manifestando a decisão que será tomada pelo jurídico do clube.

Na manhã deste domingo, em face à arbitragem desastrosa e danosa do jogo contra o São Paulo, ocorrido na noite de ontem, após a concessão da troca do quadro arbitral, o presidente Romildo Bolzan Jr comunica que pedirá a anulação da partida, bem como investigação da reunião realizada entre membros da CBF com a parte arbitral que motivou a mudança na escala do árbitro do VAR“.

Crédito da imagem: GFBPA.

Resta1

Fabíola Thiele

Há 23 anos o meu coração é azul, preto e branco.