‘Último ato’ de Felipão no Grêmio foi pedir afastamento de Diego Souza e Rafinha, diz jornalista

A derrota do Grêmio para o Santos aumentou a crise no clube. Com isso, o então técnico Felipão teria tomado uma atitude de impacto. Segundo o jornalista Chico Garcia, o treinador, que viria a ser desligado do cargo, pediu o afastamento de Rafinha e Diego Souza.

A atitude dos atletas não foi vista como adequada no momento em que vive o clube. Sendo assim, o comunicado foi feito no vestiário, com atletas e diretores presentes.

“Depois do jogo contra o Santos, no vestiário, o Felipão reuniu todos, com a presença do presidente e outros membros da diretoria de futebol, com todos os atletas, ele foi claro. Solicitou a chegada do centroavante Elias, de muita força física, porque o Borja machucou, Diego Souza não tem condição física de atuar fisicamente e o Churín não é solução”.

“Ele diz, textualmente, que estaria afastando Rafinha e Diego Souza do elenco. Felipão comunicou isso na frente dos atletas. Um pela influência negativa (Rafinha), por não concordar com o estilo de jogo, e ter pedido a troca no comando técnico. E o Diego Souza que não parece estar comprometido, visivelmente fora de forma e não resolve mais os problemas do time”, 

disse o jornalista.

Porém, a situação não ocorreu, já que, em comum acordo, Felipão foi desligado do Grêmio. Então, Thiago Gomes assumiu de forma interina contra o Fortaleza e a diretoria acertou a chegada de Vagner Mancini como substituto.

Os jogadores mais valiosos do futebol brasileiro Maiores campeões estaduais na Série A Os 10 times mais valiosos do Brasil Lembra deles? Os medalhões que jogarão os estaduais longe dos holofotes