Caça-Rato e Guarani: União de forças para ascensão em 2016.

Ontem o Guarani de Campinas anunciou a contratação do atacante Flávio Caça-Rato, de 29 anos ex-Santa Cruz e Remo, o que poderia ser uma notícia corriqueira, se torna mais relevante ao comparar a trajetória do clube e do atleta.

O Guarani Futebol Clube é o único time do interior a conquistar o campeonato brasileiro, em 1978 conquistaram o título inédito para a galeria deste grande clube, em 1986 e 1987 chegou as fases finais sem conquistar o título, foi campeão da Série B em 1981, vice-campeão paulista em 1988 e 2012, além de possuir três participações em Libertadores e uma semifinal em 1979, contudo hoje vive em grave crise financeira e disputa a Série A-2 do Paulista e a Série C do Brasileiro.

cacarato.2

Flávio Caça-Rato tem um currículo bem menos pomposo do que o Guarani, possuindo uma Copa do Brasil em 2008 com o Sport e uma Série C em 2013, tendo grande participação nesta conquista, foram 43 jogos e 10 gols nesse ano, ele respaldado pelo seu carisma e bom futebol praticado em 2013, chegou ao Remo com status de “salvação”, contudo depois de 7 jogos e 1 gol e problemas salariais deixou o azulino pela porta dos fundos, depois disso atuou em clubes não-profissionais de Pernambuco para manter a forma, o “CR7 do Arruda” sem dúvida é mais conhecido pela sua irreverencia do que pelo futebol, entretanto pode ajudar o Guarani a sair da fila de três anos sem acesso no estadual e quatro anos sem acesso para a Série B.

Flávio Caça-Rato na sua primeira entrevista no Guarani:

– “Não pesa em nada, tem que assumir a responsabilidade. CR7 é a minha camisa, mas também do Cristiano Ronaldo, um jogador de qualidade. Tenho que fazer o meu aqui no Guarani para corresponder à confiança da torcida. Deus ajuda quem trabalha forte”.

– “Vamos devargarzinho, com pés no chão. Quem sabe com acesso fazer alguma coisa. Mais importante é conseguir a vaga (na elite do Campeonato Paulista). Quero cair nas graças fazendo coisa boa. Jogador não pode passar, tem que fazer coisas boas”.

– “O Guarani é uma equipe grande do Brasil e eu to chegando aqui para trabalhar firme e forte para conquistar o acesso à Série A. Com certeza vamos ter bastante tempo para treinar e eu vim pra já começar os treinamentos e ter condições o mais rápido possível”.

O Guarani já começou sua preparação para 2016, primeiramente manteve o técnico Pintado que tem passagem por Cruz Azul (auxiliar-técnico), Náutico e Figueirense, continuou com alguns remanescentes deste ano como o goleiro Pegorari revelado no Palmeiras, o lateral-direito Oziel ex-Ceará e Santa Cruz, o meia Fumagalli ex-Sport e Vasco e Lenon revelado no Flamengo, além de contratar nove reforços dentre os mais conhecidos: o goleiro Gatti ex-Cruzeiro e Juvetud e, o lateral-esquerdo Mário Sérgio revelado no Goiás, o atacante naturalizado equato-guineense Ricardinho ex-Icasa, Ituano e São Caetano e Max ex-Palmeiras, Paraná, Náutico e com excelente passagem nesse ano pelo América-RN.

cacarato.3

A Série A-2 e Série C são campeonatos difíceis de se ascender, porém liderado por Flávio Caça-Rato, com boas contratações e manutenções, o torcedor bugrino pode vislumbrar um 2016 diferente, com acesso(s) e quem sabe título para aumentar a galeria de conquistas deste time.