Presidente do Inter se manifesta após adiamento do Gre-Nal: “Vamos lamentar todos juntos”

Em deslocamento para o Beira-Rio, o ônibus do Grêmio foi atingido por pedras e jogadores ficaram feridos, sendo o caso de Villasanti o mais grave.

O paraguaio foi atingido por uma pedra e chegou a desmaiar. Ele foi atendido no Beira-Rio, mas precisou ir para um hospital. Há suspeita de traumatismo craniano.

Assim, o Grêmio se recusou a entrar em campo neste sábado. Os clubes aguardam o posicionamento da FGF sobre o adiamento e remarcação da partida.

Presidente do Inter, Alessandro Barcellos se manifestou: “Inter não concorda com o que aconteceu. Nós condenamos essa atitude e vamos colaborar para que todos sejam identificados. Vamos lamentar todos juntos, inclusive a imprensa, que gera uma ira interna entre os clubes e depois lamenta.”, disse ele.

Além disso, Barcellos citou preocupação com o desequilíbrio do Campeonato: “O Inter concorda com a não realização do jogo, mas também estamos preocupados com o desequilíbrio do campeonato. Assim como hoje tem o desequilíbrio, o adiamento também gerará outros desequilíbrios, pois temos jogadores pendurados.”, completou.

Prejuízo! Relembre todos os eventos cancelados na história do UFC Os últimos 10 vencedores do GP da Singapura de Fórmula 1 Vaza suposta lista final do prêmio Bola de Ouro; veja top-10 Novo treinador do Chelsea vê retorno de Lukaku em 2023 com bons olhos