Taison defende Ramírez após eliminação da Copa do Brasil: ‘A culpa não é só dele’

Emocionado, o capitão do Internacional, Taison, pediu para falar na coletiva de imprensa após a derrota para o Vitória, por 3 a 1, que o eliminou o time gaúcho da Copa do Brasil. O meia-atacante defendeu o técnico Miguel Ángel Ramírez, que ficou fora do jogo de hoje por ter testado positivo para o novo coronavírus.

Então, o comandante vem sofrendo críticas da imprensa e torcedores após o vexame diante do Fortaleza no último domingo. “A culpa não é só dele. Nós jogadores também somos culpados. A gente é que entra em campo. Somos treinados para fazer as coisas, que por vezes não acontecem. E a culpa cai no treinador.”

Ainda, o camisa 10 do Internacional entende que os jogadores devem buscar ir além e achar o que devem fazer para qualificar o modo como jogam. “Temos que saber o que fazer de melhor. A cabeça está desse tamanho. Vai ser f… eu preciso de todos bem com a cabeça, e eu também. Agora é descansar e pensar no domingo”

, acrescentou.

Por fim, falou sobre a expulsão de Pedro Henrique, e declarou apoio aos colegas. “Pensar em ajudar o Pedro, que é um menino e infelizmente foi expulso novamente. Se tiver que botar a cara pra bater pelos meus companheiros, vou botar”

, finalizou.