Contratações, saídas e busca pela recuperação: O resumo da última semana no Náutico

No dia 12, segunda-feira passada, o Timbu foi derrotado pela Ponte Preta em casa por 2 a 0 e Gilson Kleina vai amargando uma sequência de jogos sem vencer, inclusive nas últimas cinco partidas foram quatro derrotas. Para tentar mudar o cenário, a diretoria do Náutico mesmo com orçamento curto mudou as opções, primeiramente saiu o executivo de futebol, Italo Rodrigues. Em termos de elenco, o zagueiro Fernando Lombardi e o volante Josa rescindiram seus vínculos, Salatiel foi emprestado ao Remo e Junior Britez rumou ao Sampaio Corrêa. Ainda existe a possibilidade de Rafael Ribeiro e Wagninho serem os próximos.

“Estamos sempre revendo o planejamento. É claro que vai existir erros, assim como existem vários acertos. Foi uma mudança que partiu de maneira conjunta para que a gente realmente saísse desse momento que o Náutico está vivendo e voltarmos ao caminho das vitórias. Um dos sucessos dessa gestão é justamente a maneira com que é tomada as decisões. A gente sempre trata as coisas de forma muito respeitosa com o clube e com as pessoas que estão envolvidas no processo” – definiu Edno Melo, presidente da agremiação em entrevista coletiva.

Mas nem tudo é desalento ao clube pernambucano, o defensor Ronaldo Alves depois de sete meses fora dos gramados deverá ser um dos retornos nos próximos jogos, além disso o meia-atacante Marcos Vinícius (retorna ao time de origem, após passagens por Botafogo e Cruzeiro) e o atacante Vinicius (revelado no Palmeiras e que foi até anunciado pelo Santa Cruz esse ano, mas acabou recebendo uma proposta do futebol grego) são os reforços alinhados até o momento. Vale ponderar que o zagueiro Yago Rocha deve ser anunciado nos próximos dias, ele é da base corinthiana e estava sem espaço no Goiás.

Foto de capa: Caio Falcão/CNC.

Resta1