Jogador que agrediu árbitro no Sul é suspenso por dois anos

O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) julgou e puniu, nesta segunda-feira, com dois anos de suspensão o jogador William Ribeiro, que agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro durante a partida entre Guarani e São Paulo, pela Série A2 do Campeonato Gaúcho.

William havia sido denunciado no artigo 254-A do Código Brasileira de Justiça Desportiva (CBJD). Ele ainda teve o agravante de a agressão ter sido praticada contra árbitro, assistente ou demais membros da equipe de arbitragem.

A intenção de todos era que o atleta fosse banido do esporte, porém, tal punição não existe no ordenamento desportivo. Por isso, o relator do caso, o advogado Rafael Machado da Silva, pediu a sua suspensão pelo período de dois anos. Todos os demais advogados (procuradores) acataram a pena de forma unânime.

“Ac onteceram várias questões no campo. Eu errei. O que eu fiz não foi certo. Estou muito arrependido. Na hora me deu um apagão e agi daquela forma. Eu não sei explicar o que me deu na hora. Simplesmente me escureceu as vistas. Eu estou até procurando tratamento psicológico”, disse o ex-jogador do São Paulo no julgamento.