Nauru Soccer League, o campeonato falso que enganou o mundo

Nas últimas semanas foi noticiada em um site (com vínculo em Montenegro) que Nauru país de 20 quilômetros quadrados e 12 mil habitantes, segundo o censo de 2018 teria criado uma liga com oito equipes e esse material foi perpassado em vários veículos midiáticos de grande porte. Porém, ao passar dos dias algumas incongruências foram avistadas exemplos de: O esporte nacional da localidade é o futebol australiano, onde possui uma liga de 8 agremiações (então o soccer dificilmente conseguiria esse apoio), entre os jogadores descritos, a maioria era africanos o que demandaria um esforço gigantesco.

Além disso, para quem acompanha essas ligas menores geralmente não se vê tanto empate de zero a zero como foi visto no suposto site e os nomes dos times eram fora do comum naquela região (os principais são Hospital Nauru e Nauru Police FC), outro ponto a ser suspeitado foi que alguns dos jogadores tinha nomes de pessoas reais que constavam no censo demográfico dos Estados Unidos na década de 1940. Não será dessa vez que o arquipélago terá uma liga para chamar de sua, vale lembrar que o combinado (ou seleção) nauruana atuou em duas oportunidades em sua história (1994 e 2014).

Ao ser perguntado sobre o assunto Kaz Cain, um dos principais gestores do futebol na ilha e que busca sua filiação a FIFA afirmou o seguinte: “Gostaria de dizer que a liga de futebol de Nauru é falsa. Todos os nomes na lista de equipes estão incorretos e estamos investigando esse assunto. Até onde eu sei, não há torneio desse tipo”. O esporte foi introduzido no local na década de 1960 por trabalhadores migrantes do Kiribati (300 quilômetros à leste), Ilhas Salomão e Tuvalu. A Pleasant Island ou ilha aprazível, quem sabe no futuro jogue os Jogos da Micronésia ou do Pacífico.

Foto de capa: Ilustração/Stock.

Resta1

Jean Lucas

Criador e editor do site MF. Jornalista por formação, Geógrafo nas horas vagas, dono de um conhecimento vasto sobre o futebol, países e curiosidades que vocês somente verão em minhas matérias.