Banco BPM é o novo patrocinador do AC Milan Women

A parceria tem duração de dez anos e o objetivo é desenvolver mais o futebol feminino do Milan

A semana começou com boas notícias para os apoiadores do futebol feminino. O Milan anunciou em suas redes sociais a parceria e patrocínio do Banco BPM na parte da frente das camisas do AC Milan Women. O Milan masculino renovou com a Emirates por um valor menor, deixando livre para o time feminino ir atrás de um patrocínio próprio.

A nova parceria traz a tona o comprometimento com o crescimento do time feminino e apoia a independência financeira da entidade. O Banco BPM começou a apoiar o time feminino no início da temporada, em 2019. Com Valentina Giacinti e Valentina Bergamaschi, da seleção nacional, o time surgiu em 2018 e conseguiu a terceira colocação nas duas temporadas disputadas. O Milan Women ficou perto de classificar para a Champions League feminina no último ano.

Ivan Gazidis, CEO do Milan, falou sobre o comprometimento com o time feminino e o objetivo de fazer com que o AC Milan Women cresça. “Nós assistimos ao time feminino com muito orgulho no AC Milan e ficamos felizes que um de nossos parceiros mais valiosos (Banco BPM) se comprometeu em apoiar nossa visão de crescimento e de se tornar o primeiro patrocinador independente do time feminino”.

A representatividade para o time feminino:

A capitão do Milan Women, Valentina Giacinti, falou sobre a importância desse tipo de parceria para o crescimento do futebol feminino. “Ver esse nível de comprometimento, não apenas do Banco BPM mas do Milan, em um período social e financeiro tão difícil faz volume. É um passo empolgante e estou orgulhosa de liderar o time que usará a nova camisa”, finalizou a capitã.

A parceria com o BPM tem duração de 10 anos e pode ser renovada. O objetivo da parceria é desenvolver mais as duas marcas, já que o Milan é um símbolo da cidade de Milão. Além disso, haverá ênfase no futebol de base, através de clínicas de treinamento e outras iniciativas da Fundação Milan.

Resta1

Giovana Assis

Jornalista em formação. Fã de futebol italiano, francês e de Franco Baresi.