Como será a temporada do AC Milan?

A Juventus se sagrou campeã da Serie A 19/20, mas o Milan se destacou na reta final da competição. A equipe de Ibrahimovic venceu 9 dos 14 jogos pós-paralisação e conseguiu a vaga na pré-UEL, que começa quinta-feira (17). Mas o que aguarda o Milan nessa temporada? Quem chegou e quem foi embora? Como será a continuidade do trabalho de Pioli?

Novos rostos pelo Milanello:

O Milan investiu em reforços pontuais para a temporada. Brahim Diaz, Kalulu, Sandro Tonali e Ciprian Tatarusanu são novidades, enquanto Kjaer, Rebic e Ibrahimovic renovaram o contrato.

Sandro Tonali:

Uma das promessas do futebol italiano, Tonali chega com moral ao Milan. Rossonero desde criança, o volante de 20 anos se assemelha com o estilo de jogo de Pirlo, ex-jogador do Diavolo e da Juventus. O jogador é regista, assim como Andrea. Além da qualidade, Tonali encantou a torcida ao pedir a Gattuso para usar a camisa 8. Por sua vez, Genaro disse a ele (Tonalli) que não precisaria nem pedir.

O empréstimo saiu por 10 milhões de euros e opção de compra. Caso o Milan queira adquirir os direitos de Tonali, há opção de compra por 25 milhões de euros com bônus e 10% de uma futura venda,

Imagem: AC Milan

Brahim Diaz:

Sem espaço no Real Madrid, Brahim Diaz chegou ao Milan por empréstimo. Ele estava no Manchester City, mas foi transferido para Madrí em 2019. O contrato com os Rossoneri vai até 2021, mas não há opção de compra no contrato. Então, o jogador de 21 anos usará a camisa 21, que pertencia a Ibrahimovic.

Zinedine Zidane não acionava o jogador com frequência, já que ele teve apenas 58 minutos jogados na temporada passada. Porém, no amistoso contra o Monza, Díaz já provou seu valor ao Milan. O jogador entrou no lugar de Castillejo e marcou aos 75 minutos.

Encostado no Real Madrid, Brahim Díaz é emprestado ao Milan
Imagem: AC Milan

Pierre Kalulu:

Versatilidade é o segundo nome de Pierre Kalulu. O jogador de 20 anos é uma das principais promessas do futebol francês e poderá provar isso com a camisa do Milan. Apesar de ser lateral-direito, Kalulu pode jogar na esquerda e também como zagueiro. Ele assinou o contrato por cinco temporadas e poderá amadurecer com os jogadores experientes do Milan. Ibrahimovic, por exemplo, já é conhecido como mentor dos jovens na equipe.

Imagem: AC Milan

Ciprian Tatarusanu:

Por 50 mil euros, o romeno Ciprian Tatarusanu se tornou jogador do Milan. O goleiro tem 34 anos e estava no Lyon, mas não tinha espaço: ele disputava a posição com Anthony Lopes. Com isso, Ciprian jogou apenas 6 partidas na temporada passada. Além disso, vestiu a camisa do Juventus Bucareste, Gloria Bistrita, Steaua Bucareste, Fiorentina e Nantes.

Imagem: AC Milan

Quem foi embora?

Para buscar reforços pontuais, um time precisa perder algumas peças. Jack Bonaventura, após dedicar cinco temporadas ao Milan, escolheu a Fiorentina como novo lar. Já Suso e André Silva foram comprados por Sevilla e Eintracht Frankfurt, respectivamente. Ricardo Rodriguez rumou à Turim e assinou com o Torino e Lucas Biglia foi ao Karagümrük, da Turquia. Após uma temporada emprestado ao Aston Villa, Pepe Reina fechou com a Lazio para disputar a próxima temporada, enquanto Gustavo Gomez foi ao Palmeiras e Plizzari, do Milan Primavera, foi emprestado ao Reggina.

Contratos renovados:

Após suspense e declarações polêmicas, Ibrahimovic anunciou o “fico”. Portanto, Zlatan jogará com a camisa do Milan por mais uma temporada. Além dele, Kjaer e Rebic permanecerão na equipe rossonera. Os três jogadores são considerados peças importantes dentro do esquema de Stefano Pioli.

Novos uniformes para a temporada, mesmo patrocínio:

Patrocinado pela PUMA, o Milan anunciou três uniformes. Com as tradicionais listras rossoneras, a camisa número um homenageia a arquitetura da cidade de Milão. Inspirada na Galeria Vittorio Emanuele, um dos principais centros comerciais da cidade, a camisa celebra a cultura milanesa.

Imagem: PUMA

O Milan divulgou o uniforme dois na sexta-feira passada e dividiu opiniões pela internet. A camisa foi inspirada no Museu de Cultura de Milão, que se dedica ao estudo dos costumes ao redor do mundo. No mesmo dia, Ídolos rossoneri, como Baresi e Shevchenko posaram com os novos uniformes pela internet.

Imagem: PUMA

O uniforme três foi o que mais dividiu opiniões, já que é azul. Alguns internautas falaram que não faria sentido o Milan usar azul, já que o maior rival é conhecido como “nerazzurri”. Porém, uniformes alternativos fogem do usual, o que explica a nova camisa do Milan. Com a textura Houndstooth, a camisa alternativa homenageia a alta moda de Milão.

Imagem: PUMA

Pioli ficou, e agora?

O Milan deu um passo positivo ao renovar com Pioli. O choque inicial com a confirmação de que o alemão Ralf Rangnick não viria aconteceu durante a partida entre os rossoneri e o Sassuolo. Porém, é um voto de confiança em um trabalho que começou a dar certo quando a equipe encaixou. Pioli entrou em cena com a saída precoce de Marco Giampaolo, que não conseguiu colocar suas ideias em prática. Após a derrota por 5 a 0 para a Atalanta, Pioli baçançou e começaram os rumores sobre a vinda de um técnico-dirigente que mudaria a cara do Milan.

Entretanto, a equipe começou a melhorar com a chegada de Ibrahimovic e com a boa fase de algumas peças, como Çalhanoglu. No pós-paralisação, o Milan demonstrou um futebol acima do esperado e não perdeu nenhum jogo. Há quem atribua esse sucesso repentino ao time. No entanto, um comandante que sabe escutar e se comunicar com sua equipe tem mérito também. Os jogadores já relataram que Pioli é um técnico que houve muito e isso foi primordial para que o time evoluísse em campo e no vestiário. Além disso, a diretoria resolveu confiar nesse trabalho, ao invés de fazer com que o Milan passasse por todo o período de transição e adequação à filosofia de outro treinador. Ponto para Maldini e companhia.

Amistosos pré-temporada:

A pré-temporada serve para rodar o elenco e descobrir quem está apto para a temporada regular. Além disso, é o momento de dar minutos em campo aos jogadores da base. O Milan teve 100% de aproveitamento ao vencer Novara, Monza, Vicenza e Brescia. Com a Nations League acontecendo, a equipe perdeu jogadores importantes para os amistosos, como Donnarumma e Rebic. Porém, aproveitou para testar as novas contratações e para dar chances a Lorenzo Colombo e Daniel Maldini. Os dois pertenciam ao Milan Primavera e integraram o elenco principal no início de 2020. Nos amistosos, ambos balançaram as redes.

O primeiro desafio da temporada é na UEL:

O Milan está de volta às competições europeias após punição pelo Fair Play da FIFA na temporada passada. Os rossoneri enfrentam o Shamrock Rovers, da Irlanda, na primeira fase da Liga Europa. O jogo é o primeiro desafio e, em caso de vitória rossonera, serão mais duas partidas até a fase de grupos da UEL. A dúvida da mídia italiana é se Brahim Diaz começa como titular, já que Rebic está suspenso por três jogos das competições europeias. Além dele, Paquetá entra na disputa pela vaga no onze inicial de Pioli.

Além de Rebic, Conti, Romagnoli e Rafael Leão estão no departamento médico e fora do jogo. Isso abre espaço para Gabbia, no lugar de Romagnoli, e Calabria, no lugar de Conti. Pioli ainda pode começar com Kalulu, nova contratação. Zlatan ainda é dúvida e isso abriria vaga para Saelemaekers no time principal.

Resta1

Giovana Assis

Jornalista em formação. Fã de futebol italiano, francês e de Franco Baresi.