Entrevista com o atacante Dori, do Nei Mongol Zhongyou (China)

Dorielton Gomes Nascimento nasceu no dia 07 de março de 1990 na cidade de Vila Velha-ES. O atacante foi revelado no Fluminense e tem passagens pelo Náutico e Changchun Yatai (China). Atualmente está no Nei Mongol Zhongyou, da China. Conhecido e reconhecido pela velocidade e habilidade

 

1- Você pretende voltar a jogar em territórios brasileiros, ou, pretende encerrar a carreira na China?

R: No momento não pretendo voltar pro Brasil não, pretendo ficar na China mais alguns anos.

 

2- Quais as principais diferenças entre o futebol chinês e o brasileiro?

R: O Futebol Chinês é dinâmico, corrido. Não da pra pensar muito! Já o Brasileiro é cadenciado, mais controlado. Tu tem um tempo a mais pra pensar no que vai fazer.

Imagem: Nei Mongol (China).

 

3- Já passou por alguma situação inusitada no país?

R: Cara, passar até passei. Mas no começo, para ser sincero não lembro qual foi. Faz muito tempo, até porque depois você acostuma.

 

4- Quando você subiu da base do Fluminense você não teve muitas chances, você acha que o principal motivo era o elenco já formado por veteranos e não tendo muito espaço para um jovem?

R: Acredito que tenha sido por causa do elenco experiente, na época tinha jogadores de nome, era difícil jogar.

Imagem: Fluminense FC.

 

5- Ainda acompanha o Fluminense de longe?

R: Assisto alguns melhores momentos de jogos, mas não sempre.

 

6- Aqui no Brasil, os jogadores são muito animados, ouvem musicas nos vestiários, fazem brincadeiras, levam instrumentos. Na China, como acontece essa resenha dos vestiários?

R: Cara, os Chineses são mais tranquilos, mais reservados. Mas nós Brasileiros não né, então eu trouxe essa alegria para o vestiário, levo minha caixa de música e solto o som. Quando não levo, eles cobram rs.

 

7- Qual o seu maior ídolo do Futebol? Qual a emoção de fazer um gol na final de um campeonato?

R: Sou fã do Ronaldo Fenômeno. Mas infelizmente ele parou, hoje o futebol do Messi me encanta. Tirando a base não cheguei a fazer gol em final de campeonato como profissional, mas claro já fiz gols em jogos importantes e a sensação é ótima, você se sente bem, leve, alegre. Inexplicável!

Imagem: Aldo Carneiro/Globo Esporte.

 

8- Para você, qual sua maior conquista no futebol?

R: Cara, minha maior conquista foi ter virado jogador profissional, sem duvidas. Ser jogador foi algo que sempre sonhei. E agora, se Deus quiser ganhar um título como profissional.