Apesar das tentativas, Mitroglou deve permanecer no Olympique de Marseille

O técnico André Villas-Boas ao avaliar o desempenho de Kostas Mitroglou no PSV Eindhoven com 3 gols em 18 jogos julgou que o atacante grego não deveria ficar no Olympique de Marseille. Após o boato circular, apareceu duas equipes para adquirir seu futebol, Huesca (a agremiação contratou Sandro Ramirez vindo do Real Valladolid e Idrissa Doumbia emprestado junto ao Sporting) e Aris Thessaloniki, do seu país natal, porém com o fechamento da janela, poucas opções aparecem no momento. A janela de transferências de Portugal ainda está aberta, no caso um regresso ao Benfica seria viável.

O Aris é o primeiro lugar da Super League e a Sociedad Deportiva Huesca é o atual décimo quinto colocado da La Liga, a informação advém dos jornais Provence (França) e Metrosport (Grécia). O atleta deverá ser reserva imediato do argentino Dario Benedetto (ex-Boca Juniors) e em duas temporadas (2017/2018, 2018/2019) fez 16 gols em 50 jogos. O jogador foi revelado na base do MSV Duisburg e do Borussia Mönchengladbach, além de passagens por Olympiakos, Panionios, Atromitos, Fulham, Benfica (seu melhor momento na carreira com 52 gols em 88 partidas) e Galatasaray.

Foto de capa: Getty Images.

Resta1