Anderson Barros critica erros da arbitragem contra o Palmeiras

Quando um time ganha, aparentemente não há o que reclamar. Mas após a vitória do Palmeiras sobre o Atlético-MG por 1 a 0 nesta quarta-feira, 28 de setembro, no estádio do Mineirão, o diretor de futebol do clube Anderson Barros reclamou. 

O dirigente fez um pronunciamento à imprensa sobre alguns lances da arbitragem da partida. O clube reclama da não marcação de um pênalti em Atuesta e da anulação de um gol de Breno Lopes, ambos os lances no segundo tempo. Barros ressaltou que a arbitragem poderia ter acionado o VAR. 

“O árbitro pode ter tomado a maioria das decisões corretas, mas quando necessitou daquela que seria a ferramenta que facilitaria as decisões, mais uma vez um erro extremamente grosseiro ao não marcar o pênalti no Atuesta e sequer chamar o árbitro para uma revisão”, disse o dirigente. 

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Os jogadores com mais finalizações na fase de grupos da Copa do Mundo 2022 15 jogadores que podem chegar ao Vasco após parceria com empresário Dani recordista! Os jogadores mais velhos a atuarem pela Seleção Brasileira em Copas do Mundo Os 10 pilotos brasileiros com mais abandonos na história da Fórmula 1