Jorginho, do Atlético-GO, também critica Abel Ferreira, do Palmeiras

Durante as cobranças de pênaltis no jogo contra o Atlético-MG, uma cena do técnico do Palmeiras Abel Ferreira chamou a atenção. O treinador abandonou a beira do gramado e foi para os vestiários ouvir música. 

A atitude foi duramente criticada por alguns jornalistas e técnicos de futebol. Primeiro pelo técnico Cuca, que falou durante a entrevista coletiva após o jogo contra o Coritiba. E agora foi a vez do técnico Jorginho, do Atlético-GO, ficar contra o português. 

“Quando as pessoas (técnicos) vencem, as pessoas esquecem. Se um treinador brasileiro fosse para dentro do vestiário escutar música na hora do pênalti, ele seria chamado de covarde. Mas porque ganhou, nada acontece. Está tudo certo”, criticou Jorginho. 

(Foto: Divulgação/Atlético-GO)

Todos os treinadores estrangeiros do Brasileirão 2023 10 jogadores que negociam com o Vasco para a próxima temporada; veja! Alex Sandro de volta? A provável escalação do Brasil para encarar a Croácia Futuro! Os jogadores sub-20 mais valiosos em clubes brasileiros