Palmeiras x Flamengo: tudo que o palmeirense precisa saber

No primeiro turno, empate sem gols. Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Torcida alviverde reencontra flamenguistas depois de Montevidéu

Palmeiras e Flamengo se enfrentam neste domingo (21), às 16h, no Allianz Parque. O duelo é válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Onde assistir

Na TV aberta, a Globo é opção. No pay-per-view, o Premiere é alternativa.

Histórico recente

São as duas equipes brasileiras mais vencedoras dos últimos anos, os dois últimos campeões da Libertadores e os times em melhor fase no País.

Desde 2016, ambos vêm construindo uma rivalidade acirrada. Naquele ano, o Palestra conquistou o Brasileirão após a torcida do Mengão iniciar campanha dizendo que sentia “cheirinho de hepta”. À época, o clube fluminense visava a sétima taça do torneio.

Em 2018, o Palmeiras foi decacampeão brasileiro, novamente brigando na ponta da tabela com o Flamengo.

Já em 2019, festa rubro-negra: Libertadores e Brasileirão para a conta. Para o Verdão, foi uma péssima temporada.

No ano retrasado, os paulistas venceram o torneio internacional, diante do Santos, mas em pleno Maracanã. Por sua vez, os cariocas ganharam a competição nacional.

Finalmente, 2021 ficou marcado pela final da Libertadores entre ambos, em Montevidéu. Meses antes, o Fla batia o Alviverde Imponente pela Supercopa do Brasil. No Uruguai, vitória palmeirense na prorrogação, com gol de Deyverson: 2 x 1 para o Palmeiras.

Palmeiras levanta a taça em Montevidéu. Foto: Cesar Greco

Reencontro nas bancadas

O confronto registrou um show dos palmeirenses nas arquibacadas do Estádio Centenário. Mesmo em menor número em comparação aos rubro-negros, a torcida palestrina cantou muito mais durante boa parte da partida.

Neste domingo, será a primeira vez que as duas torcidas vão se reencontrar. Até 15h25 deste sábado (20), 39.700 ingressos haviam sido vendidos. Haverá um mosaico palmeirense provocando os apoiadores adversários, relembrando a final.

No primeiro turno, houve somente flamenguistas assistindo ao duelo. Isso ocorreu porque o Ministério Público de São Paulo proibiu a presença dos cariocas no último jogo disputado em São Paulo entre as equipes com portões abertos, por motivos de segurança. Assim, a CBF “compensou” o prejuízo rubro-negro sofrido anteriormente.

Como vêm as equipes

O Maior Campeão do Brasil não atuou no meio de semana. No último sábado, venceu o Dérbi por 1 x 0, na Neo Química Arena. Com 48 pontos, o clube é líder e venceu os últimos seis confrontos.

Já o Fla entrou em campo na quarta-feira e superou o Athletico-PR na Copa do Brasil pelo placar mínimo. No torneio de pontos corridos, goleou o mesmo Furacão, no Rio, por 5 x 0. Os visitantes estão na segunda posição com 39 tentos e também venceram os últimos seis jogos.

O Verdão quer derrubar tabu incômodo. A última vitória do Palestra sobre o Flamengo, no Allianz Parque, foi em 2017. Desde então, foram quatro embates: dois empates e duas derrotas.

Escalações

No lado alviverde, força máxima. O único desfalque é Jailson, que está fora desde fevereiro, tratando de rompimento do ligamento cruzado do joelho.

O provável Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Dudu, Rony (Flaco López) e Gustavo Scarpa. Técnico: Abel Ferreira.

Os pendurados são:  Gustavo Gómez, Gabriel Menino, Rony, Flaco López, Abel Ferreira, Vítor Castanheira (auxiliar técnico) e João Martins (auxiliar técnico).

No lado visitante, Pulgar e Varela foram relacionados pela primeira vez e podem estrear. Ainda, David Luiz e Thiago Maia retornam após serem poupados no meio de semana. Há a chance de alguns titulares serem poupados, já que o Mengão volta a campo pela Copa do Brasil já na próxima quarta-feira.

Um possível Flamengo: Santos; Rodinei (Matheuzinho); David Luiz, Pablo (Léo Pereira) e Ayrton Lucas; Thiago Maia, João Gomes (Vidal), Everton Ribeiro (Lázaro) e Arrascaeta (Victor Hugo); Pedro (Everton Cebolinha) e Gabriel (Marinho). Técnico: Dorival Junior.

Arbitragem

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC).

Assistentes: Kléber Lúcio Gil (FIFA-SC) e Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA-GO).

Quarto árbitro: Ilbert Estevam da Silva (SP).

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN).

O que falaram os jogadores após classificação da seleção brasileira para as oitavas da Copa do Mundo Vítor Pereira indica primeira contratação ao Flamengo Os artilheiros da Copa do Mundo 2022, ao fim da segunda rodada Armação! Os meias ofensivos mais valiosos da Copa do Mundial de 2022