São Paulo x Palmeiras: saiba tudo sobre o Choque-Rei pela Libertadores

Cícero Pompeu de Toledo, o Estádio do Morumbi: palco do jogo. Foto: Igor Amorim/saopaulofc.net

São Paulo e Palmeiras se enfrentam nesta terça-feira (10), às 21h30, no Estádio do Morumbi. O duelo é válido pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores da América.

Onde assistir

O clássico será transmitido no SBT, com narração de Téo José, e na Fox Sports, com Paulo Andrade no microfone.

O que está em jogo

Vale a classificação para as semifinais do torneio continental. O jogo da volta será semana que vem, no Allianz Parque.

No lado mandante, o São Paulo busca alcançar uma fase da competição à qual não chega desde 2016, quando foi eliminado para o Atletico Nacional, da Colômbia.

No último final de semana, o time venceu o Athletico, pelo Campeonato Brasileiro.

Já o Palmeiras busca quebrar um tabu: jamais venceu o rival na Libertadores. Os clubes se enfrentaram em 1974, 1994, 2005 e 2006. Além disso, o Palestra não bate o São Paulo desde 2019, quando venceu por 3 x 0 na arena alviverde.

No Cícero Pompeu de Toledo, a última vez que o Palmeiras venceu o Tricolor foi em 2018. Antes disso, não triunfava desde 2002, na partida do gol de chapéu duplo de Alex.

Na última rodada do Brasileirão, a equipe foi derrotada pelo Fortaleza e perdeu a liderança do torneio.

Escalações

Crespo contará com a volta de Daniel Alves. Após vencer o ouro em Tóquio, o atleta desembarcou na capital paulista na madrugada desta segunda-feira.

O provável São Paulo: Tiago Volpi, Arboleda, Miranda e Léo; Daniel Alves, Luan, Liziero, Benítez e Welington; Rigoni e Pablo. Técnico: Hernán Crespo.

No Maior Campeão do Brasil, Gabriel Menino retorna também depois de disputar as Olimpíadas. Rony também está de volta, recuperado de lesão.

Vale lembrar que os comandados de Abel Ferreira farão uma sessão curta de treinos na manhã desta terça-feira.

Um possível Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Luan (Felipe Melo), Gustavo Gómez e Renan (Piquerez); Danilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa; Raphael Veiga, Luiz Adriano (Deyverson) e Wesley (Dudu). Técnico: Abel Ferreira.

Arbitragem

Árbitro Central: Nestor Pitana (ARG).

VAR: Julio Bascuñán (CHI).