Scolarismo! Relembre as duas passagens do treinador pelo Palmeiras

A Sociedade Esportiva Palmeiras anunciou nesta quinta feira (26) a contratação do técnico Luis Felipe Scolari, que atuava na China, para suprir a vaga de Roger Machado, demitido após a derrota na última quarta feira (25) para o Fluminense. O técnico assume o comando na segunda feira (30) e tem contrato até 2020.

Já é a terceira passagem do treinador pelo Verdão. Duas passagens que foram marcantes na vida de todo palmeirense, uma de forma positiva e a outra péssima. Comandou o time de 1997 a 2000, e a segunda vez de 2010 a 2012.

Em 1998, Palmeiras comandado por Felipão venceu a Copa do Brasil, em cima do cruzeiro, e a copa Mercosul, também jogando contra os mineiros. Em 1999 veio o título mais importante da história dele no clube, foi campeão da Libertadores da América. No ano de 2000 chegou a final da Libertadores, contra o Boca Juniors, e foi vice campeão. O título não veio, mas a campanha ficou marcada por partidas épicas, como a semifinal contra o Corinthians, na disputa dos pênaltis com a GIGANTE atuação do goleiro Marcos (São).

Resultado de imagem para felipão libertadores

Em 2010, Luis Felipe Scolari voltava a comandar o time com um título de campeão mundial na bagagem. Em 2012, foi campeão invicto da Copa do Brasil. Em setembro do mesmo ano o técnico deixou o clube, que no final daquele ano, caiu para a segunda divisão do campeonato Brasileiro.

Resultado de imagem para scolarismo

Agora em 2018 o técnico irá disputar Copa Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

No geral foram 2 Copas do Brasil (1998, 2012), 1 Copa Mercosul (1998) e 1 Copa Libertadores da América (1999).

Ultrapassado?

Antes de ser procurado pelo Palmeiras, Felipão comandava o Guangzhou Evergrande, da China, onde conquistou sete títulos e deixou seu nome marcado na história do clube. Foram três temporadas no futebol asiático e uma estabilização do Guangzhou como uma potência do futebol chinês.

Falando em títulos, foram três campeonatos chineses seguidos (2015, 2016 e 2017), uma Liga dos Campeões da AFC (2015), uma copa da China (2016) e duas Supercopas da China (2016,2017).

MUITO CAMARÃO

No final de 2011, quando perguntado sobre reforços, Felipão respondeu: ” Ano que vem (2012) eu quero carne, salada, camarão”. Naquele ano ficou só no marmitex improvisado. Agora em 2018, finalmente, chegou ao verdadeiro Coco Bambu. Haja camarão…

Pulso firme

O time que antes vinha sendo comandado por um técnico novo no mercado, acusado de não ter pulso firme com os jogadores, entra agora em uma nova fase. Felipão é um técnico de bagagem e que não atura corpo mole, sempre foi bem sincero e objetivo em suas respostas. Talvez seja realmente o que falta nesse elenco de 2018.

 

 

Os jogadores que podem sair do São Paulo de graça As notas dos jogadores do Bahia no empate diante do Grêmio É do Galo! Números de Pavón, em 2020-2021 Os 10 melhores jogadores do PSG no FIFA 12