São Paulo empata em casa com o RB Bragantino e perde a chance de assumir a liderança

Pela 9º rodada do Brasileirão, o São Paulo e o Red Bull Bragantino empataram por 1 a 1. A partida não foi positiva para nenhuma das equipes, em relação às ambições no campeonato. Dessa maneira, a liderança não veio ao torcedor são paulino. Assim como o torcedor do Red Bull não respirou na luta contra o rebaixamento.

Análise da partida: 1º Tempo

Foto: Marcos Ribolli

A partida deu indícios de que seria boa. O São Paulo, que vinha se destacando pela marcação em bloco alto, sofreu de seu próprio veneno. Nos primeiros 15 minutos de jogo, a equipe comandada por Maurício Barbieri subiu a linha de marcação e pressionou a saída de bola do time de Fernando Diniz. O lado esquerdo defensivo do São Paulo sofreu com a característica aguda do extremo Arthur, junto à movimentação de Claudinho.

Entretanto, quando o clube da capital conseguiu encaixar a “saída de 3” com Léo, Diego e Tchê Tchê, o clube desafogou a pressão da equipe do interior e chegou ao ataque. O atacante Brenner, que vinha em boa fase, chegou porte, e o São Paulo conseguiu incomodar com a movimentação de Igor Gomes junto ao jogo ofensivo de Reinaldo, que marcou. No entanto, uma participação direta de Brenner, em posição irregular, resultou na anulação do gol.

Posteriormente ao gol anulado, o tricolor perdeu os poucos momentos bons. No mesmo viés, o Red Bull caiu de produção, junto à queda de Arthur. A partida que era boa, caiu de ritmo, dando lugar a muitos erros na construção de jogadas. O primeiro tempo terminou em empate “oxo”.

Análise da partida: 2º Tempo

Foto: Marcos Ribolli

Para a segunda etapa, Fernando Diniz mexeu na equipe. Colocando Hernanes, que fez seu jogo 300 com a camisa tricolor, e Paulinho, o treinador esperava melhorar a criação do tricolor. Assim como Diniz, Maurício Barbieri mexeu na equipe: tirou Matheus Jesus e deu lugar a Raúl, estreante da noite.

A equipe do São Paulo chegou esboçar boas jogadas no início da primeira etapa, mas desperdiçou chances. Dessa forma, aos 8 minutos do segundo tempo, após falha na transição defensiva do São Paulo, Arthur recebeu livre pela direita. Sem combate de Reinaldo, achou Raúl livre na área, para marcar seu primeiro gol pelo Red Bull.

Logo após o gol, o São Paulo mostrou uma instabilidade, lembrando os maus momentos do clube na temporada. Assim, minutos depois, o árbitro Sávio Pereira Sampaio assinalou penalidade máxima para o Bragantino, após toque de mão de Luciano. Na cobrança, Claudinho, que fazia boa partida, chutou a bola para fora.

Após o susto, ambos os treinadores mudaram as equipes. Fernando Diniz decidiu povoar o ataque e subir as linhas em busca do empate. Contudo, o time continuava sem criação, apostando muito em bolas alçadas, e estava exposto defensivamente.

Nesse interim, o gol de empate do São Paulo saiu após uma falha da defesa e do goleiro do Red Bull Bragantino, aproveitada por Luciano. No entanto, a equipe encontrava dificuldade na tentativa de “esmagar” o adversário, pois a defesa ficava exposta pela execução falha do “perde-pressiona”.

Dessa forma, o Bragantino chegou ao ataque com perigo. Assim, aos 48 minutos do segundo tempo, o Bragantino sofreu outro pênalti. Na cobrança, Arthur, que fazia boa partida, carimbou a trave.

Em resumo, o São Paulo atuou mal, e o empate saiu barato para o time. Do lado do Red Bull Bragantino, o empate foi amargo.

Escalações

São Paulo: Tiago Volpi, Juanfran, Diego, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Gabriel Sara (Hernanes) e Igor Gomes (Helinho); Vitor Bueno (Paulinho), Brenner(Carneiro) e Luciano.

Red Bull: Cleiton, Aderlan, Léo Ortiz, Léo Realpe (Ligger) e Edimar; Ryller, Matheus Jesus (Raúl) e Bruno Tubarão (Lucas Evangelista); Arthur (Uillian Correa), Claudinho e Ytalo (Alerrandro).

Situação atual e sequência

O São Paulo desperdiçou a chance de dormir líder, assim, pode terminar a rodada na quinta colocação. Na próxima rodada, no dia 12 de setembro, o Tricolor enfrenta o Santos, em “SanSão” na Vila Belmiro. Já o Red Bull Bragantino continua em 18º, podendo, ainda, cair para a penúltima posição. O próximo desafio do clube do interior paulista é contra o Atlético Mineiro, neste domingo, em Minas Gerais.

Resta1