Leonardo se irrita com vazamento do suposto salário de Messi no PSG: “É inaceitável”

O jornal francês L’Équipe detalhou como será o salário de Messi no PSG, com o argentino podendo ganhar até 110 milhões de euros (R$ 682 milhões) livres de impostos. Por sua vez, Leonardo, diretor executivo do clube parisiense, ficou bastante irritado com o vazamento. Inclusive, negou que os vencimentos sejam aqueles divulgados.

Além disso, ressaltou que houve um desrespeito com o argentino, já que os valores podem motivar cobranças dos torcedores e problemas nos bastidores.

“Não podemos aceitar que isso saia na primeira página de um jornal como o L’Équipe. É inaceitável. Está completamente errado. Eu queria dizer a vocês. Acho que é uma falta de respeito e não gostamos. Está muito longe da verdade, na duração e nos números”,

ressaltou, em entrevista à emissora RMC Sport.

“Existem cláusulas de sigilo, mas posso dizer que não é verdade. A duração do contrato é de dois anos. Não tem opção, obrigatória ou não. É falso, não é isso e não gostamos”, concluiu. O vínculo de Messi com o PSG se encerra em junho de 2023, com possibilidade de prolongar por mais uma temporada.

Apesar do fato não ser admitido de forma pública, o camisa 30 recebe o maior salário do PSG, que pode ser superado apenas em uma eventual renovação com Mbappé. Por fim, a diretoria parisiense deve seguir blindando Messi, evitando que repercussões extracampo afetem seu desempenho em campo.