Leonardo se irrita com vazamento do suposto salário de Messi no PSG: “É inaceitável”

O jornal francês L’Équipe detalhou como será o salário de Messi no PSG, com o argentino podendo ganhar até 110 milhões de euros (R$ 682 milhões) livres de impostos. Por sua vez, Leonardo, diretor executivo do clube parisiense, ficou bastante irritado com o vazamento. Inclusive, negou que os vencimentos sejam aqueles divulgados.

Além disso, ressaltou que houve um desrespeito com o argentino, já que os valores podem motivar cobranças dos torcedores e problemas nos bastidores.

“Não podemos aceitar que isso saia na primeira página de um jornal como o L’Équipe. É inaceitável. Está completamente errado. Eu queria dizer a vocês. Acho que é uma falta de respeito e não gostamos. Está muito longe da verdade, na duração e nos números”, ressaltou, em entrevista à emissora RMC Sport.

“Existem cláusulas de sigilo, mas posso dizer que não é verdade. A duração do contrato é de dois anos. Não tem opção, obrigatória ou não. É falso, não é isso e não gostamos”, concluiu. O vínculo de Messi com o PSG se encerra em junho de 2023, com possibilidade de prolongar por mais uma temporada.

Apesar do fato não ser admitido de forma pública, o camisa 30 recebe o maior salário do PSG, que pode ser superado apenas em uma eventual renovação com Mbappé. Por fim, a diretoria parisiense deve seguir blindando Messi, evitando que repercussões extracampo afetem seu desempenho em campo.

As contratações do Flamengo em 2022 Veja quem chegou e quem saiu do São Paulo na janela de julho ESQUECIDOS! Os campeões da Copa das Nações da Oceania As melhores jogadoras da todas as edições da Copa do Mundo Feminina sub-20