A prioridade do Real Madrid é vender

Em um mercado de transferências que aponta para ser diferente dos anteriores, o clube merengue não planeja nenhuma contratação até começar a vender alguns jogadores. A crise causada pelo coronavírus fez com que as negociações planejadas para este mercado fossem adiadas. Além disso, o bom desempenho da equipe, juntamente com o rendimento dos jogadores que estão emprestados, permite ao clube enfrentar a situação atual com poucos efeitos negativos.

Atualmente com 36 jogadores em mãos, o clube começará a vender. Hakimi foi o primeiro, vendido para a Inter por 40 milhões de euros e outros seguirão a mesma rota. De acordo com o Jornal AS, quatro jogadores do atual elenco estão na rampa de saída, Lucas Vázquez, James, Bale e Mariano. Além deles, a porta do clube também está aberta para Nacho, caso o zagueiro queira sair em busca de mais minutos. Mas caso ele fique, terá certo espaço porque Zizou valoriza sua versatilidade.

Entre os que voltarão de empréstimo, poucos tem a opção de continuar. Basicamente só Lunin que provavelmente será o segundo goleiro na próxima temporada, e o lateral direito Odriozola, o reserva de Carvajal. Odegaard também poderia voltar, mas de acordo com os jornais espanhóis, clube e jogador concordam em permanecer mais um ano na Real Sociedad. Já com Luca Zidane, Vallejo, Reguilón, Óscar Rodríguez e Mayoral será procurada uma venda (mantendo 50% dos direitos em alguns casos). Reinier, Kubo e Brahim serão emprestados.

Por fim, Ceballos segue totalmente adaptado ao Arsenal, porém os lideres do clube tem bastante confiança no meia. Mesmo com Zidane não tendo tal confiança nele, acreditam que o meia poderá brilhar no clube em um futuro próximo. A equipe inglesa tem interesse no meia, mas os merengues não planejam vender por menos de 50 milhões de euros, quantia essa que ao que parece o Arsenal não vai desembolsar. Um novo empréstimo poderá acontecer.

Foto: Kevin Barnes CameraSport / Getty Images

Resta1

Matheus Ramos

Estudante de jornalismo, amante do futebol espanhol, em especial do Real Madrid.