Benzema começa a receber o reconhecimento que sempre mereceu

Desde 2009 no clube, Karim Benzema sempre passou por inúmeros momentos de desconfiança, a maioria dela por parte dos próprios torcedores merengue. O nove sempre ficou rotulado com a indagação “Subestimado ou Superestimado?”, o fato é que Karim sempre foi subestimado, muito subestimado.

Os próprios números do francês no Real Madrid mostram isso, o centroavante por exemplo, tem mais gols que Puskás, mais títulos que Cristiano Ronaldo e mais assistências que Zidane.

Na maioria das vezes dividindo ataque com Cristiano Ronaldo, Benzema sempre foi coadjuvante no setor ofensivo do Madrid. Inclusive o francês teve grande importância na passagem e no que se tornou Cristiano Ronaldo para o clube. A dupla deu mais que certo, o centroavante era o companheiro ideal para Cristiano, tanto com as assistências, como na abertura de espaço para Cristiano marcar seus gols.

Com a saída do português, Benzema assumiu o protagonismo no ataque merengue, nas duas últimas temporadas ele marcou 38 gols e distribuiu 13 assistências. Um jogador extremamente tático, que se adapta as várias formas de jogo e diferentes companheiros que lhe acompanham durante os vários jogos da temporada. Como Zidane falou recentemente “Não me interessa um 9 que só faz um gol e não aparece no jogo. Karim tem as duas coisas”

Durante todos esses anos de Real Madrid, Benzema marcou 244 em 506 jogos, além disso distribuiu 134 assistências e conquistou 17 títulos. Finalmente o centroavante vem recebendo nos últimos tempos o reconhecimento que sempre mereceu e buscou no clube. Aos 32 anos, Benzema é peça importantíssima no Real Madrid e não dá sombra para qualquer rumor de um possível substituído.