Presidente da UEFA ameaça Real Madrid, Barcelona e Juventus de expulsão da Champions League

Em entrevista, Aleksander Čeferin afirmou que a punição para os times ingleses será mais leve, ao contrário de Real Madrid, Juventus e Barcelona.

O projeto da Superliga Europeia ainda não chegou ao fim. Pelo menos é isso que o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, afirma em diversas entrevistas que tem dado. No entanto, atualmente, apenas Real Madrid e Barcelona pertencem ao projeto. Sendo assim, são as equipes que podem sofrer as punições mais pesadas da UEFA.

Dessa forma, o presidente da entidade, Aleksander Čeferin, afirmou que os clubes do Big Six da Inglaterra vão sofrer punições mais leves. O fato deles terem sido os primeiros a sair do grupo pesou a favor. “Os clubes da Super League serão punidos, podendo até ser BANIDOS na próxima temporada da Liga dos Campeões. Os clubes ingleses serão tratados de forma mais branda, pois foram os primeiros a desistir da Superliga”.

Foto: Getty Images

Por outro lado, além dos clubes espanhóis, a Juventus também poderá sofrer a punição mais pesada. Apesar da Vecchia Signora ter desistido da Superliga, o presidente do clube, Andrea Agnelli, foi um dos apoiadores de sua criação. Aliás, alguns portais estrangeiros lhe apontam como o dono da ideia, mas Florentino foi escolhido para presidente pela experiência.

Sendo assim, os três podem ser excluídos da próxima Liga dos Campeões: “Real Madrid, Barcelona e Juventus receberão as punições mais pesadas. Eles são terráqueos que ainda acreditam que a Super League existe. Eles são os times que mais estão sob ameaça de expulsão (da Liga dos Campeões) na próxima temporada”.

Os resultados dos jogos de ida das oitavas da Sul-Americana Os resultados das partidas de ida das oitavas de final da Libertadores PREOCUPANTE? Os números do Botafogo nos últimos 8 jogos da temporada Os 10 times da Série A com mais gols marcados na temporada 2022