Reunião na CBF define novos valores na premiação da Série D

Foto: Lucas Figueredo/CBF

Em reunião inédita, na manhã da última terça-feira, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, definiu uma nova premiação para a Série D do futebol brasileiro. O mandatário esteve com representantes dos 64 clubes da competição nacional.

Agora, o aporte financeiro mínimo é de R$ 120 mil para os clubes que não avançarem para a próxima fase do torneio. Já para aqueles que passam de fase, o valor sobe para R$ 150 mil. Campeão e vice receberão R$ 500 mil e R$ 300 mil, respectivamente.

O terceiro colocado embolsará R$ 150 mil e o quarto R$ 100 mil de bônus. Dessa forma, o time vencedor da competição pode embolsar até R$ 650 mil. Vale ressaltar que antes o campeão receberia R$ 320 mil como prêmio, além de um automóvel, e o vice teria direito a R$ 250 mil e também um automóvel.

Paulo Sousa promete quebrar o silêncio e falar sobre período no Flamengo FIFA 23: saiba tudo sobre o novo sistema de aceleração do game CRAQUES! Relembre os maiores artilheiros do Flamengo no século 21 COM MUDANÇAS! A provável escalação do Fluminense diante do Atlético-GO