Veja 5 jogadores que poderiam retornar ao Santa Cruz após anos

A poucos dias para a partida diante do Floresta pela seletiva da Copa do Nordeste, o Santa Cruz tem procurado nomes no mercado. Nos últimos dias, a diretoria tricolor anunciou três reforços visando fortalecer o elenco para a considerada a primeira partida decisiva da nova temporada. Ainda assim, outras posições seguem carentes e por enquanto as mais focadas pelo clube.

Assim como a gestão foi buscar jogadores conhecidos da torcida coral como foram os casos de Bruno Moraes e Lelê, outros nomes tanto com poucas oportunidades em suas equipes quanto em times sem pode ser possíveis oportunidades para o Santa Cruz.

Robinho – Confiança

Apesar da curta passagem no Santa Cruz, Robinho é bastante lembrado por boa parte dos torcedores. Em 2018, ainda emprestado pelo Ceará, o atacante veloz e de grande capacidade de drible pelos lados, marcou oito gols em 38 partidas em sua única temporada no clube.

Recentemente Robinho deixou o Orlando City, dos Estados Unidos para ser uma das esperanças do Confiança da Série B deste ano. Mas não foi como o esperado e o clube sergipano ocupa a 19ª colocação da competição. Nesta temporada, o atacante de 26 anos fez um gol e deu duas assistências em 24 jogos até o momento.

Everton Sena – Always Ready

Foto: Antônio Melcop/Santa Cruz

Numa das épocas mais vitoriosas do Santa Cruz, Everton Sena foi peça fundamental das principais conquistas do clube da última década. Com cinco títulos do Campeonato Pernambucano, uma Série C e uma Copa do Nordeste, o zagueiro, marcado por sua polivalência em campo, deixou boas memórias nos tricolores.

Cria da base do Tricolor, Everton em seis anos como profissional fez 159 partidas. Depois de sua última passagem em 2015, o defensor rodou parte do Brasil em equipes como Goiás, CRB, Grêmio Novorizontino, Vitória e Cuiabá. Em grande parte dos clubes em que vestiu a camisa não recebeu muitas oportunidades e apostou deixar o futebol do país rumo ao modesto Always Ready, da Bolívia.

Aos 30 anos, o zagueiro não consegue grande sequência no clube boliviano e apesar de ser difícil um retorno ao Santa Cruz por estar sem espaço, as chances de volta ao Arruda não são descartadas, sobretudo para chegar a sua cidade natal.

Ullian Corrêa – Cuiabá

Foto: Antônio Melcop/Santa Cruz FC

Com passagem no Arruda em 2016, Ullian Corrêa participou da marcante campanha daquela temporada com o título da Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano. Na época, o volante estava emprestado pelo Cruzeiro e atuou em 45 jogos.

Após ser rebaixado para a Série B com o Tricolor, foi jogar no Vitória. Também vestiu as camisas do Coritiba, RB Bragantino e agora está no Cuiabá. Pelo Dourado, Ullian participou de 30 partidas nesta temporada e tem contrato até dezembro de 2021.

Natan – Vitória da Conquista

Foto: Divulgação/Santa Cruz

Considerado como o “garoto prodígio” assim que subiu das categorias de base do Santa Cruz, Natan também esteve nos últimos anos vencedores do clube. Apesar das grandes expectativas, o meia foi prejudicado pela série de problemas físicos que teve desde que alçou ao profissional.

Em cinco temporadas no Tricolor, Natan fez 103 jogos e marcou seis gols. Sua última passagem no Arruda havia sido em 2017, quando participou em apenas seis partidas. Depois disso, rodou pelo futebol nordestino passando por Sergipe, Decisão, Flamengo-PE e Vitória da Conquista, clube em que está desde o ano passado.

Memo – sem clube

Foto: Ricardo Labastier

Também da safra de revelações da base tricolor, Memo chamou atenção logo que ganhou espaço no time titular. No Santa, campeão de dois Campeonatos Pernambucanos, o meio-campista e lateral-direito fez 123 partidas. O jogador passou por equipes modestas do futebol brasileiro, até ir para a Índia em 2017.

No continente asiático, Memo atuou no Jamshedpur FC por três temporadas e no Chennaiyin FC em apenas uma, no qual fez 19 jogos. Aos 33 anos, o meia está sem contrato e busca um novo clube, o que significa ser uma oportunidade de mercado válida para a direção tricolor investir.