Bustos expõe promessas quebradas do Santos sobre contratação de jogadores; veja nomes

Fabián Bustos comandando treino do Santos. Foto: Ivan Storti / Santos FC

O técnico Fabián Bustos falou abertamente pela primeira vez após sua saída do Santos, no dia 7 de julho.

Em entrevista ao canal GolTV, do Equador, o atual treinador do Barcelona de Guayaquil (EQU) disse que o Peixe não cumpriu diversas promessas feitas sobre contratação de jogadores, mas elogiou aoportunidade de assumir um clube gigante do Brasil.

A realidade é que algumas coisas não deram certo porque não cumpriram o que prometeram, como por exemplo, falaram que iam trazer o Byron Castillo. O Alison, que estava no Oriente. Tinham prometido o Fernando Sobral, do Ceará, que não conseguiram trazer. Então, trouxeram o Jhojan (Julio), que não vinha tendo sequência, o Angulo, que também não tinha sequência. Então, ficou mais difícil“, expôs Fabián Bustos, ao GolTV.

Foi uma experiência bonita, é uma estrutura gigante, que ninguém aqui tem uma estrutura como no Brasil. Mas, para ter uma ideia, o Santos teve o Cuca que está no Atlético, o Diniz no Fluminense, o Carille no Japão, eu, no Barcelona, e o Lisca, que está no Avaí“, finalizou.

Fabián Bustos foi demitido do Santos em julho após a eliminação vexatória na Copa Sul-Americana para o Deportivo Táchira, em plena Vila Belmiro, após empate no tempo regulamentar e derrota nos pênaltis. Ao todo, o treinador argentino teve 29 jogos à frente do time, com 8 vitórias, com 12 empates e 9 derrotas, totalizando cerca de 43% de aproveitamento.

A saída do técnico Bustos e a chegada de Lisca, que pouco tempo depois também acabou por rescindir seu contrato, o Santos chegou a seis técnicos desde que começou a gestão do presidente Andres Rueda: Cuca, Ariel Holan, Fernando Diniz, Fábio Carille, Fabián Bustos e Lisca. Contando os interinos Marcelo Fernandes e Orlando Ribeiro, somam oito comandantes desde o início de 2021.

Os jogadores em atividade com mais partidas pela Argentina em Copas do Mundo Adversário duro! Relembre as campanhas da Croácia em Copas do Mundo Treinadores que podem deixar ou já deixaram o comando das Seleções após a Copa de 2022 Os jogadores em atividade com mais partidas de Copa do Mundo pela Seleção Brasileira