Conselho Deliberativo recusa oferta do Japão e Sabino retornará ao Santos em 2021

Sabino jogando pelo coritiba.

O Conselho Deliberativo do Santos vetou a negociação do zagueiro Sabino, do Santos, emprestado ao Coritiba até fevereiro de 2021, com o Kashiwa Reysol, do Japão. A proposta de US$ 700 mil (cerca de R$ 3,6 milhões) não agradou os conselheiros do clube, tendo em vista que o Peixe tem 70% dos direitos econômicos do atleta, ainda precisa ceder 20% em “taxa de vitrine”.

A ideia é que Sabino retorne ao Santos após o fim do Brasileirão, em fevereiro de 2021 e reforce o elenco santista, devido à proibição de registrar novos atletas e a improvável permanência de Lucas Veríssimo, que tem propostas da Arábia Saudita e de Portugal e Luan Peres, emprestado ao Peixe pelo Brugge, da Bélgica, em que os belgas não têm interesse em prolongar o empréstimo do zagueiro e o alvinegro praiano não tem como comprar o atleta, que possui um valor de 5 milhões de euros (R$ 33 milhões). Sabino tem vontade de retornar ao clube e vê a oportunidade de se firmar na equipe com a provável saída dos dois zagueiros titulares. O jogador tem contrato com o Santos até 29 de setembro de 2022.

Foto em destaque: Instagram/Sabino.

As artilheiras das últimas 10 edições da Champions League Feminina NA MIRA DO TIMÃO! Os números da carreira de Michael Confira os detalhes do novo manto celeste do Cruzeiro Os 10 elencos mais valiosos da Ligue 1