Cuca lamenta expulsão em empate do Santos: “Poderíamos ter ganho”

O Santos empatou por 0 a 0 com o Ceará em partida válida pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira (28). Em entrevista coletiva, Cuca lamentou a expulsão de Lucas Veríssimo, mas disse que tudo está aberto.

“Jogo tem que ser dividido em partes. A parte 11×11 e 10×11. Começamos muito bem, dominando as ações e criando oportunidades. Jogamos com Jobson adiantado ao lado do Jean Mota, criaram movimentações interessantes e envolvemos o Ceará. Criamos muitas chances e precisamos definir quando criamos assim. Bola não entrou ou Prass pegou”, analisou Cuca.

No primeiro tempo, o Santos praticou bom futebol e criou chances claras, mas não conseguiu balançar as redes. Na segunda etapa, já com um a menos, não foi capaz de se impor na Vila Belmiro e se cansou fisicamente.

“A partir da expulsão do Lucas Veríssimo, é normal dar mais espaço ao adversário e há mais desgaste. Em termos de finalização e posse, foi parecido no fim mesmo assim. Dá uma conotação de empate justo. Poderíamos até ter ganho. Nos 30 ou 40 minutos Ceará teve chances, depois reequilibramos a equipe fisicamente e ficou aberto. Não abdicamos de jogar, marcamos pressão e tentamos até o final vencer. A decisão agora é no Ceará. Tudo aberto”, disse o treinador do Peixe.

O jogo de volta acontece na próxima quarta-feira (4), na Arena Castelão, valendo a classificação para a fase de quartas de final da Copa do Brasil.

Resta1

Paulo Sérgio

Um doente e apaixonado pela magnitude e beleza do futebol. Nunca será apenas um jogo!