Demissão? Diretoria do Santos confia em Diniz e espera melhora com reforços e semanas de treino

Fernando Diniz comandando o Santos na Vila Belmiro. Foto: Ivan Storti / Santos FC

A diretoria do Santos não colocou a demissão do técnico Fernando Diniz em pauta até o momento após a goleada sofrida pelo Flamengo, na Vila Belmiro. Os dirigentes acreditam numa melhora por alguns fatores.

Os novos reforços: Jandrei, Augusto Galván, Léo Baptistão e Diego Tardelli, além de Emiliano Velázquez, que deve ser anunciado nesta segunda-feira (30), ainda não fizeram sua estreia e devem dar qualidade ao elenco.

Além disso, os dois próximos jogos contra Cuiabá e Bahia, ambos pelo Campeonato Brasileiro, serão nos dois próximos fim de semana, o que renderá semanas livres para treinamento, algo que vinha sendo raro com a maratona de jogos.

Além disso, o executivo de futebol do Santos, André Mazzuco, disse na última sexta-feira (27) que o clube dará continuidade para o trabalho de Diniz.

Nós acreditamos sim no trabalho, na continuidade. Nós estamos recebendo jogadores nesse período de janela e teremos duas semanas cheias de trabalho sem jogos durante a semana e isso é muito importante. Estamos trabalhando intensamente junto com a comissão técnica para buscar a evolução dos atleta e entender onde podemos melhorar”, disse Mazzuco, em entrevista coletiva.

Há uma reunião do Conselho de Gestão (CG) marcada para segunda, mas o encontro acontece de praxe para discussões de assuntos do dia-a-dia do clube e não tem a demissão do treinador como pauta.

Como técnico do Santos, Fernando Diniz tem 26 jogos com 10 vitórias, sete empates e nove derrotas. Até o momento, o time foi eliminado da Libertadores, da Copa Sul-Americana e ainda disputa uma vaga na semifinal da Copa do Brasil.

MERECE SELEÇÃO? Os números de Ibañez, zagueiro brasileiro da Roma A provável escalação do Corinthians contra o Always Ready Os 10 pilotos com mais pole positions na história da Fórmula 1 REI DO EGITO! Os números de Salah nos últimos 10 anos